Dentil/Praia Clube não supera Minas e dá adeus a Superliga

Imagem: Assessoria Praia Clube

Imagem: Assessoria Praia Clube

Na noite desta sexta-feira, 27 de março, na Arena Praia, em Uberlândia, a equipe Dentil/Praia Clube perdeu do Minas e se despediu da Superliga Feminina de Vôlei.

Em casa, o time praiano acabou sendo superado pelo rival da capital por 3 sets a 0, com parciais de: 17/25, 22/25 e 19/25. O time azul e branco, por sua vez, encara o Rexona-Ades, do Rio de Janeiro, em uma das semifinais desta edição.
Uma das causas da derrota apontada pelo técnico Picinin foi o excesso de vontade e ansiedade. O comandante também enalteceu o espírito de garra do seu elenco. “Temos que ressaltar a força do nosso grupo, que não deixou nunca de lutar. Não podemos classificar a temporada apenas por essa partida”, comenta.
O treinador praiano também adiantou os seus planos para a próxima temporada. “Continuo no Praia, já está tudo acertado. Vamos nos reunir com diretores, patrocinadores e atletas para fazer um bom planejamento e evoluirmos cada vez mais enquanto Clube”.
A ponteira Tandara acredita que a equipe começou o jogo muito bem, mas os próprios erros do time foram tirando a confiança. A praiana, de forma emocionada, não escondeu a vontade de ter chegado mais longe no campeonato: “É difícil falar nessa hora. Não foi da forma que a gente queria. O que mais dói é que fizemos o mais difícil, ganhamos lá em Belo Horizonte. É mais frustrante por não termos conseguido ganhar em casa”, explica.
A levantadora Karine Guerra, por outro lado, acredita que a atuação do time preto-e-amarelo não condisse com o potencial da equipe. “Não queríamos terminar assim, perdendo para um rival regional. O jogo anterior, sim, mostrou a nossa garra, aquilo que a gente construiu na temporada inteira. Mas alguém tem que ganhar. Infelizmente, não fomos nós”, conclui.

Fonte: assessoria Praia Clube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *