Brasil goleia Chile por 5 a 1 em 3 de fevereiro de 1946

Imagem: CBF

Imagem: CBF

O dia 3 de fevereiro de 1946 foi dia de mais uma vitória para a Seleção Brasileira no Campeonato Sul-Americano. No Estádio San Lorenzo, em Buenos Aires, o confronto contra o Chile terminou em goleada de 5 a 1.

Zizinho foi o grande artilheiro do jogo: marcou quatro dos cinco gols brasileiros. O jogador abriu o placar logo aos dois minutos e fez outro aos 42 do primeiro tempo. Na segunda etapa, marcou o terceiro aos dois minutos e o quarto aos 17. Santiago Salfate diminuiu para os chilenos e Chico fechou a goleada.

No Sul-Americano, o Brasil venceu a Bolívia por 3 a 0, derrotou o Uruguai por 4 a 3 e empatou com o Paraguai em 1 a 1. O último adversário na competição daquele ano foi a Argentina, dia 10 de fevereiro. Mas esta é outra história.

BRASIL 5 X 1 CHILE

Data: 3 de fevereiro de 1946

Competição: Campeonato Sul-Americano

Local: Estádio San Lorenzo, em Buenos Aires, na Argentina

Público: 22 mil pagantes

Árbitro: Nobel Valentini (Uruguai)

Gols: Zizinho 2′, 42′, 47′ e 73′, Santiago Salfate 84′ e Chico 89′

BRASIL: Ary (Botafogo-RJ), Newton Canegal (Flamengo-RJ) e Norival (Flamengo-RJ); Ivan (Botafogo-RJ) depois Zezé Procópio (São Paulo-SP), Ruy (São Paulo-SP) e Aleixo (Corinthians-SP) depois Danilo Alvim (Vasco-RJ); Tesourinha (Internacional-RS), Zizinho (Flamengo-RJ), Heleno de Freitas (Botafogo-RJ), Jair Rosa Pinto (Vasco-RJ) depois Ademir Menezes (Vasco-RJ) e Chico (Vasco-RJ). Técnico: Flávio Rodrigues Costa

CHILE: Hernán Fernandez, Santiago Salfate e José Lopez; Rodolfo Claveria, Guillermo Fuenzalida (Francisco Las Heras) e Hernan Carvalho; Mario Castro, Atilio Cremaschi, Osvaldo Saez (Victor Mancilla), Jorge Peñaloza (Erasmo Vera) e Desiderio Medina. Técnico: Francisco Platko (húngaro)

BRASIL 0 x 0 JAMAICA

Data: 3 de fevereiro de 1998.

Competição: Copa de Oro da Concacaf.

Local: Estádio Orange Bowl, em Miami (Estados Unidos)

Público: 43.754 pagantes.

Árbitro: Esfandiar Baharmast (EUA)

Expulsão: Júnior Baiano 89′.

BRASIL: Taffarel (Atlético-MG), Zé Maria (Parma-ITA), Júnior Baiano (Flamengo-RJ), Gonçalves (Botafogo-RJ) depois César (Portuguesa de Desportos-SP) aos 88′ e Júnior (Palmeiras-SP); Mauro Silva (Desportivo-ESP), Flávio Conceição (Desportivo-ESP), Zinho (Palmeiras-SP) e Denílson (São Paulo-SP); Edmundo (Fiorentina-ITA) e Romário (Flamengo-RJ). Técnico: Mário Jorge Lobo Zagallo.

JAMAICA: Warren Barrett, Linval Dixon, Durant Brown e Ian Goodson; Frank Sinclair, Peter Cargill, Theodoro Whitmore, Fitzroy Simpson e Ricardo Gardener; Paul Hall e Deon Burton (Marcus Gayle aos 67′). Técnico: Renê Simões.

Fonte: CBF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *