Inzaghi assume responsabilidade por má fase do Milan

Foto: ANSA

Foto: ANSA

Após mais um resultado negativo neste domingo (18), o técnico do Milan, Filippo Inzaghi, começa a sentir a pressão em seus ombros. Ontem, o treinador admitiu sua “culpa” na série de jogos ruins e disse que seu time “precisa ser reanimado”.

“É justo eu estar sob observação e eu sou o primeiro a declarar culpa. É preciso que arregacemos as mangas e trabalhemos. Também é necessário que todos façam um exame de consciência, empenho e vontade que existem, mas que ainda não são suficientes”, declarou Inzaghi.

Apesar disso, o ex-jogador conta com o “total apoio do clube” e, segundo palavras do CEO da equipe, Adriano Galliani, “se chegar um novo treinador será, exclusivamente, para as categorias de base”. Desde o início do ano passado, Inzaghi é o terceiro a comandar a equipe e a acumular maus resultados.

Massimiliano Allegri e Clarence Seedorf foram demitidos por campanhas ruins, que deixaram a tradicional equipe italiana de fora das principais competições europeias desta temporada.

Porém, apesar de contar com o apoio da diretoria, os dois próximos jogos – contra Lazio e Parma – aparecem como fundamentais para o treinador. Negando prováveis problemas de elenco, Inzaghi está confiante que o trabalho dessa semana será melhor e afirmou que também trabalhará com o lado psicológico dos atletas.

Desde que o ano começou e o Campeonato Italiano foi retomado, o Milan perdeu dois jogos em casa (contra Atalanta e Sassuolo) e empatou com o Torino, em Turim. Atualmente, a equipe está na 10ª posição com 26 pontos, com exatos 20 pontos de diferença para a líder Juventus.

Fonte: ANSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *