Político que xingou Ronaldinho pode ser expulso

 

Manuel Treviño chegou a pedir desculpas a jogador e clube (foto: EPA)

Manuel Treviño chegou a pedir desculpas a jogador e clube (foto: EPA)

O político mexicano Manuel Treviño, do conservador Partido da Ação Nacional (PAN), pediu desculpas ao jogador brasileiro Ronaldinho Gaúcho por chamá-lo de macaco, mas ainda assim deve ser expulso da legenda.

“Ofereço minhas sentidas desculpas para Ronaldinho por meu comentário infeliz. Assumo a responsabilidade dos meus atos. Peço sinceras desculpas ao Querétaro e a sua torcida pela minha expressão lamentável”, disse.

A secretaria estadual do PAN condenou as declarações racistas de Treviño e disse que iniciará o processo de expulsão.

 

A Comissão Nacional para a Prevenção da Discriminação (Conapred) abriu uma queixa contra o político.

O clube Querétaro, do México, que contratou o atleta recentemente, condenou as declarações do político, pedindo um “castigo exemplar”.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *