Galo supera desfalques e fecha turno com vitória sobre o Botafogo

Super Esportes Foram 15 desfalques para o Atlético. O Botafogo também não teve jogadores importantes – Jefferson e Emerson Sheik – e ainda teve um expulso – Dankler – no início do segundo tempo. Em meio a tantos problemas para os dois lados, o alvinegro que se deu melhor, no Independência, neste domingo (07), foi o mineiro: 1 a 0.

A vitória foi construída com uma jogada fatal do Galo. A jogada aérea, bem aproveitada pelos zagueiros. Leonardo Silva marcou o gol da vitória de cabeça, após cobrança de escanteio de Marcos Rocha, aos 24 minutos do segundo tempo.

O Atlético inicia o returno contra o Corinthians, no Itaquerão, quinta-feira, às 19h30. O Botafogo recebe o São Paulo, às 22 horas de quarta-feira.

Primeiro tempo

Com três volantes e três atacantes, faltou ao Atlético a presença de um armador para melhorar a construção das jogadas ofensivas. Mesmo assim, alguns lances poderiam ter resultado em gol.

Foram três bons cruzamentos na área carioca. No primeiro, Carlos cabeceou e Andrey defendeu. No segundo, Luan não alcançou a bola após boa jogada de Marcos Rocha. Na terceira oportunidade, o goleiro Andrey espalmou e deu um susto na sua torcida, mas conseguiu se recompor.

Já o Botafogo, que também teve desfalques importantes como Jefferson e Emerson Sheik, não mostrou um bom futebol. Contudo, conseguiu incomodar a meta de Victor já aos 44 minutos. Wallyson foi lançado e encobriu o goleiro atleticano. A finalização não acertou o gol, para alívio da torcida no Independência.

Segundo tempo

Logo no início da etapa final, o Botafogo ficou com 10 jogadores em campo. Dankler cometeu falta em Carlos e recebeu o segundo cartão amarelo.

O Atlético aproveitou a expulsão ao ver o seu adversário com uma postura acuada, com pouquíssimo apetite para atacar. Mas, até os 24 minutos, o time de Levir ainda não havia conseguido um bom ataque.

Foi quando Marcos Rocha cobrou escanteio certeiro, na cabeça de Leonardo Silva. O zagueiro-artilheiro cabeceou bem, no canto de Andrey, aos 24 minutos.

O lateral-direito ainda criou boa jogada aos 33 minutos. Ele cruzou para Carlos finalizar com força. O goleiro botafoguense conseguiu defender. Já no fim do jogo, Jô quase encerrou seu jejum. Ele finalizou cruzamento rasteiro de letra, mas viu Andrey defender.

Atlético 1 x 0 Botafogo


Atlético
Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Edcarlos e Emerson da Conceição; Claudinei, Rafael Carioca (Fillipe Soutto) e Eduardo (Guilherme); Luan (Dodô), Carlos e Jô.
Técnico: Levir Culpi

Botafogo
Andrey, Dankler, Bolívar, André Bahia e Junior Cesar; Gabriel, Bolatti e Ramírez; Wallyson, Rogério (Yuri Mamute, depois Ferreyra) e Zeballos (Rodrigo Souto).
Técnico: Vágner Mancini

Gol: Leonardo Silva (24min/2ºT)
Cartões amarelos: Emerson da Conceição, Luan, Guilherme (ATL), Dankler (2), Bolatti, Ramirez (BOT)
Cartão vermelho: Dankler (BOT)
Público: 18.588 torcedores
Renda: R$ 238.670,00

Motivo: 19º rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 07/09/2014, domingo, às 16 horas
Árbitro: Flavio Rodrigues Guerra – SP (CBF) 
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho – SP (FIFA) e Vicente Romano Neto – SP (ESP)

Super Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *