Holanda vence Costa Rica nos pênaltis e avança

holandaA Holanda sofreu demais, mas conseguiu passar para as semifinais da Copa do Mundo. Os holandeses venceram nos pênaltis por 4 a 3 a Costa Rica na Arena Fonte Nova, em Salvador, e irão enfrentar a Argentina no dia 9 de julho.

O confronto começou com total domínio da posse de bola pelos holandeses, mas apesar disso, não ninguém chutou no gol até os 20 minutos do primeiro tempo. Aos 21 minutos, um bombardeio duplo contra o goleiro Navas: primeiro Van Persie, depois Sneijder chutaram, mas Navas estava ligado e impediu os gols da Holanda. Aos 28, Depay teve uma grande chance, mas outra vez o goleiro dos Ticos fez grande defesa.

A Costa Rica tentava chegar nos contra-ataques e nas cobranças de faltas, mas a defesa holandesa estava sempre bem posicionada e impedia que os chutes chegassem a Cillessen.

Quarter final - Netherlands vs Costa RicaAos 37 minutos, Sneijder cobrou uma linda falta e obrigou Navas a trabalhar mais uma vez. O jogo seguia morno, sem muitas chances ou jogadas bonitas. Porém, a Holanda não deixava os ticos trocarem passes. Os números do primeiro tempo não escondem o quanto a partida não empolgou. Foram apenas quatro chutes dos holandeses e nenhum dos costarriquenhos e a Holanda teve 62% da posse de bola.

A segunda etapa da partida começou com a Costa Rica tentando atacar com Campbell, mas Cillessen estava ligado e fez sua primeira defesa do confronto. Passado o susto, o confronto voltou a ser igual ao do primeiro tempo: Holanda fazendo pressão no campo de defesa e os ticos se defendendo como podiam.

Aos 9 minutos a Costa Rica conseguiu encaixar um contra-ataque, mas Campbell preferiu cavar um pênalti a seguir a jogada. Mas, os ticos se animaram com a falta de pontaria dos holandeses e começaram a se jogar mais para o ataque – porém, sem efetividade.

Passados 37 minutos, Sneijder bateu falta da entrada da área e a bola explodiu na trave de Navas. No lance seguinte, o goleiro fez outra grande defesa no chute de Van Persie. Aos 43 minutos, o atacante holandês furou e perdeu a chance de abrir o placar na cara de Navas.

Aos 45, Robben sofreu falta na entrada da área, Van Persie cobrou e a zaga afastou mal. No bate-rebate, o atacante entrou na confusão e chutou a bola que bateu no travessão, em Tejeda e não entrou. Mais uma vez, os ticos não arriscaram nenhum chute a gol. Foram, ao todo, sete dos holandeses e nenhum costarriquenho.

Prorrogação

A prorrogação começou com a Holanda no ataque e, logo aos 3 minutos, Vlaar cabeceou muito bem e Navas fez uma defesa espetacular. Os holandeses atacavam a todo tempo, com Van Persie, Robben e Kuyt, mas Navas defendia todas ou a zaga conseguia afastar com perfeição.

A Holanda seguiu atacando, mas não conseguia finalizar. Aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação, os ticos decidiram ir ao ataque. Porém, a zaga holandesa estava bem postada e não permitia o gol.

Aos 11 minutos, Cillessen fez sua primeira defesa na partida em uma bela jogada de Ureña. Aos 13, Sneijder acertou a bola no travessão de Navas e o placar seguiu em 0 a 0. No final do segundo tempo, o técnico Louis Van Gaal trocou os goleiros da seleção holandesa. Tirou Cillessen e colocou Krul. O substituído saiu muito bravo de campo e não cumprimentou o treinador.

Pênaltis

Nos pênaltis, Sneijder, Robben, Van Persie e Kuyt marcaram para a seleção holandesa. Umaña e Ruíz perderam os chutes, em belas defesas de Krul.

Ansa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *