Holanda vence Chile e garante 1º lugar do grupo B

 

Em jogo disputado, Holanda venceu por 2 a 0

Em jogo disputado, Holanda venceu por 2 a 0

Em jogo que definia a classificação do grupo B, a Holanda venceu o Chile por 2 a 0, na Arena Corinthians, e garantiu a primeira colocação. Com isso, agora os dois esperam os adversários do grupo A.

O Chile começou melhor a partida, buscando o gol a cada jogada.

Já a Holanda se fechou na defesa e tentava contra-atacar. Porém, pelas posturas táticas dos dois times, o primeiro chute ao gol do Chile foi só aos 12 minutos e Mena mandou bem longe. Aos poucos, os torcedores foram ficando impacientes e começaram a vaiar as equipes.

Aos 21 minutos, Mena arriscou mais um chute de longe, mas a bola saiu pela linha de fundo. Só aos 23 minutos os holandeses chegaram até a área chilena, mas um impedimento foi marcado. E, após o lance, eles começaram a se soltar na partida. Dois minutos depois, Sneijder cobrou falta de fora de área com força, mas o goleiro Bravo defendeu.

Os holandeses chegaram aos 34 e aos 39 com De Vrij e com Robben, ambos chutaram a bola rente à trave de Bravo. Aos 43, Gutiérrez tocou de cabeça para o gol de Cillessen e a bola passou muito perto do gol. Apesar do início devagar, as duas equipes se soltaram mais ao final do jogo e tentavam abrir o placar, que permaneceu zerado no primeiro tempo.

A segunda etapa começou mais agitada, com Kuyt dando chute perigoso logo com um minuto. Na jogada seguinte, o Chile tentou contra-atacar mas, a defesa holandesa logo afastou o perigo.

Sánchez infernizava a zaga holandesa e teve três oportunidades de abrir o placar, mas Cillessen fez grandes defesas. Aos 20 minutos, Robben obrigou Bravo a fazer uma boa defesa.

Aos 31 minutos, Leroy Fer – que havia entrado no lugar do Sneijder – marcou de cabeça após cobrança de escanteio de Robben. Com o resultado negativo, o Chile fez mudanças e se jogou completamente no ataque, mas sem conseguir furar o bloqueio holandês. Aos 46 minutos, Depay ampliou o placar para os holandeses.

Fonte: Ansa Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *