Galo empata e assegura vaga nas oitavas de final da Libertadores

Super Esportes Com uma rodada de antecedência, o Atlético está classificado às oitavas de final da Copa Libertadores. A vaga foi garantida nesta quinta-feira, 3 de abril, quando o time empatou com o Independiente Santa Fé por 1 a 1 no Estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia.

O Galo chegou a nove pontos, na liderança do Grupo 4, seguido por Zamora-VEN, com sete, Santa Fé e Nacional-PAR, ambos com cinco. Na rodada final, o Atlético recebe o Zamora, quinta-feira, no Independência. O empate assegura o primeiro lugar do grupo. Antes, o Alvinegro inicia, neste domingo, a decisão do Campeonato Mineiro, contra o arquirrival Cruzeiro.

O Jogo

A intenção do Atlético era segurar o ímpeto inicial do Independiente Santa Fe. Nada melhor que um gol nos primeiros minutos para cumprir o roteiro. Foi um gol que aliou inteligência e velocidade. Aos sete minutos, Guilherme recebeu de Pierre, tabelou com Jô e, da entrada da área, bateu firme e fez 1 a 0.

Necessitando da vitória para seguir com boas chances de classificação, o Santa Fe foi para o ataque, explorando as laterais. Os colombianos aproveitaram bobeadas da defesa atleticana, que “patinou” em alguns lances no gramado do El Campín, encharcado em determinados pontos por causa da chuva antes do jogo.

O Galo contou com Victor para segurar a vantagem. Aos 13 minutos, o goleiro fez bela defesa depois da finalização de cabeça de Copete. Aos 17, a zaga não cortou o cruzamento e a bola sobrou para Anchico cortar Dátolo, chutar e Victor fazer a intervenção. Aos 31, o camisa 1 abafou a cabeçada de Ferreira.

Mesmo com Ronaldinho e Tardelli “apagados” em campo, o Atlético teve chances para ampliar no primeiro tempo. Aos 26 minutos, no contra-ataque, Guilherme deixou Jô na cara do gol, mas o atacante se desequilibrou e chutou em cima de Vargas. Aos 44, Ronaldinho cobrou falta e Leo Silva cabeceou para fora.

Na etapa final, o Galo não segurou a bola no ataque e permitiu que o Santa Fe se aproximasse da área. O Alvinegro ainda desperdiçou uma oportunidade com Ronaldinho, que tentou por cobertura, para fora. Mas, aos 17 minutos, sofreu o gol de empate. Cuero, livre, cabeceou forte, sem chances para Victor: 1 a 1.

No ataque, Guilherme seguia como destaque. Aos 20 minutos, ele disputou a bola na entrada da área e, mesmo caindo, achou Jô na área. O atacante chutou e o goleiro evitou o gol.

Na defesa, o Atlético continuava dando espaços, atraindo o time colombiano. O Santa Fe arriscou chutes da entrada da área. Aos 24, Cuero chutou rente à trave. Três minutos depois, Arias exigiu boa defesa de Victor.

O goleiro alvinegro salvou o Galo em lances seguidos. Aos 32 minutos, Marcos Rocha falhou e Copete mandou a bomba em cima de Victor. No lance seguinte, Medina pegou de primeira e o arqueiro voltou a se destacar.

O Atlético quase assegurou a vitória aos 37 minutos, quando Ronaldinho lançou Neto Berola na área. Sozinho, o atacante isolou.

Super Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *