Cruzeiro vence o Boa e é o 1º finalista do Mineiro

Cruzeiro vence o BoaCom mais uma grande apresentação, o Cruzeiro venceu o Boa novamente na semifinal do Campeonato Mineiro, desta vez por 2 x 1, na tarde deste domingo, no Mineirão, e garantiu a classificação para a grande decisão da competição estadual.

Dagoberto, de pênalti, e Bruno Rodrigo, de cabeça, marcaram os gols do Maior de Minas, que começa a decidir o título mineiro no próximo final de semana, mas antes disso terá a importante partida contra a Universidad de Chile, quinta-feira, às 20h45, no estádio Nacional, em Santiago, capital do Chile, pela 5ª rodada da segunda fase da Copa Libertadores da América.

O jogo

O time cinco estrelas dominou completamente a partida e, em momento algum, teve a vitória ameaçada. Em 20 minutos, a Raposa criou quatro oportunidades de gols, em um chute de Marlone, que desviou na zaga e saiu à escanteio, um cabeceio de Dedé, nas mãos do goleiro Leandro, uma falta com muita força cobrada por Nilton, em cima do arqueiro adversário, e um cabeceio de Dagoberto, para fora.

Já o Boa Esporte obrigou Fábio a fazer uma grande defesa em uma finalização de Malaquias. No rebote, a bola sobrou para Edmar, que chutou acima do gol estrelado.

Sobrando em campo, o atual campeão brasileiro abriu o marcador aos 30 minutos, em uma cobrança de pênalti de Dagoberto. Cruzeiro 1 x 0. No lance que originou a penalidade, Dedé lançou Willian dentro da área. O atacante driblou Leandro e foi derrubado pelo goleiro adversário.

Apesar da ampla superioridade cinco estrelas, o time de Varginha conseguiu empatar a partida aos 7 minutos do segundo tempo, em um chute potente, de fora da área, do ex-zagueiro do Cruzeiro Mateus, sem chance alguma para Fábio. 1 x 1.

O gol do Boa Esporte não abateu a Raposa, que manteve o ímpeto ofensivo e seguiu pressionando o adversário, que tentava evitar a derrota de todas as maneiras.

Dagoberto quase recolocou o Cruzeiro à frente no placar, após cruzamento de Júlio Baptista, em um chute de primeira, para fora.

Mas, aos 17, Willian cobrou escanteio pelo lado direito e Bruno Rodrigo marcou, de cabeça. Cruzeiro 2 x 1. A equipe estrelada buscou um placar mais dilatado e ainda teve futebol de sobra para isso.

Lucas Silva recuperou a bola na intermediária e chutou forte, acima do gol, quase marcando o terceiro. Já o atacante Willian e o meia Marlone só não ampliaram o marcador por causa de outras duas grandes defesas do goleiro adversário Leandro.

Site Oficial do Cruzeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *