Nos pênaltis, Tricolor acaba eliminado do Campeonato Paulista

Rubens Chiri / saopaulofc.netO São Paulo lutou até o fim, dominou boa parte do confronto, mas acabou eliminado nos pênaltis pela Penapolense na noite desta quarta-feira (26). No Morumbi, após empate sem gols durante os 90 minutos, os visitantes levaram a melhor, venceram por 5 a 4 nas penalidades e ficaram com a vaga para as semifinais do Campeonato Paulista de 2014.

Agora, o São Paulo se concentrará na disputa da Copa do Brasil, que renderá ao campeão uma vaga na Libertadores da América do próximo ano. No dia 9 de abril, diante de sua torcida, o time são-paulino medirá forças contra o CSA-AL no duelo de volta. Na ida, o Tricolor venceu por 1 a 0 e ganhou o direito de atuar pelo empate.

Sem poder contar com o volante Souza (lesionado), o técnico Muricy Ramalho repetiu a base das últimas partidas – com Wellington na proteção à zaga. Assim, o time entrou em campo com Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e Paulo Henrique Ganso; Pabon, Luis Fabiano e Osvaldo.

Empurrado pela torcida, que contagiou a equipe, o Tricolor criou mais jogadas no primeiro tempo. Apostando na velocidade de Osvaldo pela esquerda, a equipe são-paulina foi superior e levou a melhor durante boa parte do confronto. Aos 17 minutos, Douglas arriscou de perna esquerda e assustou os visitantes.

Cantando e demonstrando o seu amor pelo clube, os torcedores eram o combustível do São Paulo no embate. Apesar de tentar equilibrar o jogo, o Penapolense não conseguia trocar passes e tinha trabalho para segurar o sistema ofensivo dos anfitriões. Aos 26, Ganso bateu rasteiro de fora da área e obrigou o goleiro Samuel a praticar a defesa em dois tempos.

Mais envolvente e buscando a vitória, o Tricolor controlava as ações da partida e chegou a registrar 69% de posse de bola, contra apenas 31% do adversário. No entanto, mesmo explorando as investidas com Osvaldo e sendo mais agudo, o São Paulo não conseguiu balançar as redes antes do intervalo. Wellington, aos 44, ainda pegou firme e passou perto de marcar, mas a bola passou por cima e o placar não foi alterado.

Na volta para a segunda etapa, o time são-paulino até começou melhor, mas aos poucos o rival foi equilibrando as ações da partida e o duelo ficou parelho. Para evitar que o clube de Penápolis continuasse gostando do jogo, Muricy promoveu a entrada de Ademilson no lugar de Pabon.

A alteração do comandante deu novo ânimo ao Tricolor, que quase abriu o placar após jogada do jovem camisa 11. Aos 23 minutos, o atacante cruzou da direita, o zagueiro Jaílton tentou cortar e por pouco não jogou a bola contra o próprio patrimônio.

Com o passar do tempo, sem definição do vencedor, o confronto foi ficando tenso e as duas equipes tentavam impedir que a decisão fosse para as cobranças de pênaltis. No entanto, apesar de lutarem, os times não conseguiram evitar que a vaga para a próxima fase fosse decidida após os 90 minutos.

Nos pênaltis, os visitantes levaram a melhor e conseguiram a classificação. Rogério Ceni, Luis Fabiano, Paulo Henrique Ganso e Osvaldo converteram as cobranças, mas o goleiro Samuel defendeu a cobrança do jovem Rodrigo Caio e decretou a vitória do Penapolense.

site oficial do São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *