Botafogo empata com o Goiás no Mané Garrincha

Goias e BotafogoNo Mané Garrincha, com apoio dos alvinegros, o Botafogo saiu na frente, mas empatou por 1 a 1 com o Goiás, neste sábado. O time volta à liderança do Campeonato Brasileiro com 25 pontos e espera os resultados deste domingo.

O próximo adversário é o Internacional, quinta-feira, no Maracanã. Suspenso, Gilberto não poderá atuar.

O JOGO

Boa presença da torcida, apoio e Seedorf em campo. O Botafogo teve estes ingredientes, mas no primeiro tempo enfrentou um Goiás bem postado defensivamente e com marcação bem definida. Este fato amarrou a partida, estudada e com poucas chances de gol.

Mesmo sem Bolívar, Gabriel e Lodeiro, o Botafogo começou em cima, tentando encontrar o melhor caminho. Aos 10 minutos, Vitinho bateu de fora da área e Elias até fez o gol no rebote, mas havia impedimento. Aos 14, em jogada ensaiada similar à que resultou em gol sobre o Flamengo, Seedorf cruzou e Rafael Marques finalizou por cima.

Era possível trocar passes na intermediária, porém, quando a meta adversária se aproximava, a marcação apertava. Boa válvula de escape, com sua velocidade, Vitinho tabelou com Gilberto e quase conseguiu cruzar como queria. Aos 24, Rafael Marques arriscou de longe, por cima.

O Goiás queria um contra-ataque, uma chance para tornar o jogo mais difícil. E quase conseguiu aos 25, quando Walter ajeitou para Hugo soltar uma bomba e Jefferson evitar o gol. Em outras duas oportunidades, aproveitando-se que André Bahia estava fora devido a um sangramento, Hugo chegou livre, mas Vitinho salvou, e Rodrigo cabeceou com perigo, aos 36. A resposta do Botafogo veio em chute de fora da área de Elias, defendido por Renan.

Na etapa final, Vitinho foi o responsável por despertar a torcida e o Botafogo. Em um jogada individual espetacular, só foi parado por Renan. No rebote, incrivelmente, Elias bateu desequilibrado, a bola resvalou no goleiro e saiu raspando. No lance seguinte, aos 4, Vitinho recebeu pela esquerda e bateu bonito, cruzado, acertando o travessão.

Com a torcida inflamada e o ímpeto aumentando, o Fogão chegou ao seu gol aos 6. Gilberto cruzou da direita, a zaga furou, Elias tentou o domínio e Rafael Marques apareceu bem para bater no canto e abrir o placar. Botafogo 1 x 0 Goiás!

Se o adversário teve oportunidade em cobrança de falta perigosa de Walter, foi o Botafogo que esteve mais perto de marcar. Aos 12, Gilberto fez bela jogada pela direita, deu drible da vaca em seu marcador e cruzou para Elias, na pequena área, parar em grande defesa de Renan.

Do outro lado, também havia um grande goleiro. Jefferson se esticou todo para fazer ótima defesa em chute rasteiro de Renan Oliveira. Porém aos 22, nada pôde fazer. O mesmo Renan cruzou, André Bahia tentou cortar e mandou contra o seu patrimônio. Tudo igual novamente.

O Botafogo já tinha perdido Gilberto (suspenso) para o próximo jogo e Julio Cesar para este, pediu substituição, para entrada de Lima. Oswaldo de Oliveira decidiu mexer também e colocou Henrique no lugar de Elias. Aos 33, Renato dominou fora da área e chutou por cima, com perigo. Na resposta, Walter mandou uma bomba na trave.

Desde o gol do Goiás, começou um processo grande de cera, retardando cada início de jogo. Laterais, faltas e tiro de meta demoravam muito para serem batidos, jogadores caíam a todo momento. Tudo isso somado ao excesso de faltas durante a partida toda, que culminou na expulsão de Hugo, aos 42. Mesmo com toda a cera, o árbitro deu apenas quatro minutos de acréscimo, período aumentado em mais um. Aos 47, Seedorf teve chance em cobrança de falta, mas ficou na barreira. Deu empate mesmo, mas o Glorioso lutou até o fim e segue bem colocado no Brasileirão.

Site Oficial do Botafogo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *