Fiscalização vai coibir comércio ilegal nos arredores do Estádio Nacional

Imagem:chiquinhodornas.blogspot.comNo dia da abertura da Copa das Confederações, neste sábado (15), a Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) contará 200 servidores e 40 veículos para a fiscalização de atividades econômicas.

A ação cobrirá um raio de 2km em volta do Estádio Nacional Mané Garrincha, além de todo o Eixo Monumental, o Shopping Popular, a Rodoviária do Plano Piloto e o Parque da Cidade.

Os servidores estarão distribuídos em 24 (vinte e quatro) setores de atuação, inclusive com o uso de equipes móveis. O objetivo é coibir a falsificação de produtos/ingressos e a ação de cambistas, além de evitar o marketing de emboscada e a ocupação do espaço público por vendedores ambulantes e flanelinhas, preservando a acessibilidade no local, facilitando o fluxo das pessoas e oferecendo mais segurança aos torcedores.

Os infratores estarão sujeito à aplicação de multas e apreensão de mercadorias. As equipes da Agefis trabalharão em parceria com Coordenadoria das Cidades, da Secretaria de Ordem Pública e Social (Seops), que terá um centro de comando na Torre de TV. De lá, o coordenador fará o controle e monitoramento das ocorrências. No total, 338 servidores dos dois órgãos, divididos em 68 equipes, serão empregados durante três turnos, desde 19h30 da sexta-feira até o término das festividades, por volta da meia-noite de sábado.

Ambulantes
Ao todo, 200 ambulantes foram licenciados pela Coordenadoria das Cidades para trabalhar próximo ao Parque da Cidade, nos estacionamentos dos Setores Hoteleiros e atrás da fonte luminosa da Torre de TV, sem acesso ao estádio. Para a Esplanada dos Ministérios, foram cadastrados 120 ambulantes.

Cambistas
Mesmo com a estratégia adotada pela FIFA em disponibilizar ingressos nominais, a Seops fará a fiscalização para coibir a atuação de cambistas. Caso seja verificada alguma incidência, a Delegacia de Combate aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DCPim) será acionada.

Guardadores e lavadores de carro
A fiscalização, de responsabilidade exclusiva da Seops, percorrerá os bolsões de estacionamentos e cobrará o registro profissional, com possibilidade de levar à delegacia os que estiverem em situação irregular.

Portal da Copa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *