Com gol de Rogério, São Paulo vence o Guarani em Campinas

O Tricolor foi a Campinas enfrentar o Guarani pela rodada do Campeonato Paulista. Ney Franco optou por não escalar a força máxima da equipe visando a partida da próxima quarta-feira, contra o Atlético-MG, pela Libertadores. Entretanto, contou com a volta do goleiro Rogério Ceni, que não atuou nas últimas rodadas devido a dores no ombro esquerdo. E com o capitão marcando, o time conseguiu vencer por 2 a 1 – Aloísio fez o outro gol, ainda no primeiro tempo.

O JOGO

A partir dos 20 minutos, o São Paulo conseguiu levar perigo ao gol do rival. Aloísio, após passe de Maicon, completou na direita da área, mas a zaga teve tempo de salvar. Na sequência, Cañete cobrou falta lateral e Ganso cabeceou para o gol, mas o lance saiu por cima da meta.

Aos 27 minutos, ótima chance de Maicon, com chute muito forte de longe. O goleiro Juliano rebateu para o meio da área, e Aloísio tentou completar de cabeça, mas por cima do gol. Mas artilheiro que é, Aloisio não deixaria outra chance passar. Aos 32 minutos, após cobrança de escanteio de Carleto, o atacante cabeceou com perfeição para o gol e abriu o placar para o Tricolor.

O Guarani apertou o jogo e obrigou o São Paulo a ter mais trabalho defensivo. Aos 37 minutos, Cañete recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, deixando o Tricolor com um jogador a menos. E em contra-ataque mais uma chance incrível com Aloísio: sozinho, o jogador finalizou na esquerda do goleiro, mas Juliano conseguiu o desvio.

Logo no retorno do segundo tempo, em desatenção da zaga Tricolor, o Guarani empatou. Thiago Gentil aproveitou o cruzamento da esquerda e acertou o canto de Rogério. Mas quatro minutos depois brilhou a estrela do M1TO. O zagueiro colocou a mão na bola na entrada da área. Na cobrança de falta, Rogério concluiu no canto esquerdo baixo do goleiro, e colocou o Tricolor na frente.

O jogo voltou a ficar em igualdade numérica quando o zagueiro Tiago Pagnussat recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo. O Tricolor chegou a marcar mais uma vez, aos 20 minutos, com Rodrigo Caio, de cabeça. Mas a arbitragem marcou falta no lance.

O técnico Ney Franco fez a primeira mudança no Tricolor aos 32 minutos: saiu Aloisio, entrou Henrique Miranda. Aos 39, foi a vez de Fabrício substituir Maicon, e Lucas Farias entrou no finzinho do jogo no lugar de PH Ganso. Mas o placar não mudou: vitória são-paulina fora de casa.

Com a vitória, o São Paulo soma dez pontos na tabela do Paulista. O próximo jogo será na quarta-feira, pela Libertadores, contra o Atlético-MG. Já pelo Paulista, o time volta a campo no sábado (16), contra o Ituano, no Morumbi.

REAPRESENTAÇÃO

O São Paulo folga neste domingo de Carnaval e volta a trabalhar na manhã da segunda-feira, visando o jogo contra o Atlético-MG, pela fase de grupos da Libertadores. A partida acontece na quarta-feira (13), às 22h, no Indepedência.

Site Oficial do São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *