Galeano segue Felipão e Murtosa e também deixa o clube

Marcos Galeano

Após as saídas de Luiz Felipe Scolari e Flávio Murtosa, o coordenador técnico Marcos Galeano decidiu seguir o mesmo rumo e pediu demissão na noite desta sexta-feira (14). O ex-jogador alegou que estava vinculado demais a Felipão e seu auxiliar e não teria como continuar no clube sem a dupla.

“Agradeço ao Palmeiras por ter dado me dado a oportunidade de voltar a trabalhar no clube onde me formei e conquistei minhas maiores glórias no futebol. Fui vencedor aqui como jogador e saio honrado por ter conquistado também um título como membro da comissão técnica”, comentou Galeano, referindo-se à Copa do Brasil deste ano. “Continuarei torcendo pelo sucesso da equipe e tenho certeza de que o time sairá desta situação ruim no Campeonato Brasileiro”, continuou.

Galeano chegou ao Verdão em abril de 2010 para assumir o cargo de coordenador técnico. Como jogador, defendeu o clube de 1989 a 1992 e de 1996 a 2002. Disputou 474 jogos (244 vitórias, 118 empates e 112 derrotas) e marcou 25 gols. Na galeria de títulos, constam o Paulistão de 1996, a Copa do Brasil de 1998, a Copa Mercosul de 1998, a Copa Libertadores de 1999, o Rio-São Paulo de 2000 e a Copa dos Campeões de 2000.

Site Oficial do Palmeiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *