Santos bate o Bragantino por 2 a 0 na Vila Belmiro

Santos comemora gol

Santos comemora gol

SANTOS – Com gols dos centroavantes Alan Kardec e Borges, o Santos bateu o Bragantino por 2 a 0, neste domingo (25), na Vila Belmiro, e voltou a vencer no Campeonato Paulista após duas rodadas sem somar pontos na competição.

Com o triuno na partida válida pela 15ª rodada do Estadual, o Peixe permanece na quarta colocação na tabela de classificação do Estadual, com 30 pontos – nove vitórias, três empates e três derrotas.

Poupados pelo técnico Muricy Ramalho, o Alvinegro Praiano entrou em campo sem quatro titulares: Edu Dracena, Fucile, Ibson e Borges. Na vaga do quarteto, começaram o confronto Bruno Rodrigo, Maranhão, Adriano e Alan Kardec, respectivamente.

Com 100% de aproveitamento na Vila Belmiro em 2012, o Peixe volta a campo na próxima quinta-feira (29), diante do Guarantiguetá, pela 16ª rodada do Paulistão. O duelo será disputado na Vila Belmiro, a partir das 21 horas.

Neymar comanda a vantagem do primeiro tempo
Diferente dos demais jogos na Vila Belmiro, o duelo começou com o Santos sendo pressionado pelo adversário. Nos três primeiros minutos de partida, o Bragantino chegou com perigo, com Romarinho e Victor Ferraz.

Mas não demorou muito para o Peixe roubar o comando do confronto, graças a mais uma atuação inspirada do craque Neymar.

Com a pressão sobre o adversário, o Alvinegro Praiano logo inaugurou o marcador, aos 18 minutos. Em uma bela jogada, que começou com um toque de costas de Neymar para PH Ganso, o meia tabelou com Arouca e fez o cruzamento para a área da esquerda. Alan Kardec se antecipou à defesa do Bragantino e completou para o gol.

Incansável, Neymar apareceu bem pela direita aos 24 e bateu cruzado. O goleiro Rafael Santos triscou na bola e conseguiu colocar para escanteio.

O Bragantino voltou a pressionar o time santista aos 32 minutos. Em jogada de contra-ataque, Adriano derrubou Romarinho próximo à área alvinegra. Na cobrança da falta, Fernando mandou na trave esquerda do goleiro Rafael.

Só que em seguida, o Santos retomou o controle da partida e foi ao ataque. Aos 39, Arouca arriscou de fora da área e exigiu uma boa defesa de Rafael Santos. E assim seguiu a equipe santista até o final da etapa, administrando a posse da bola e pressionando o rival.

Com uma a mais, Santos FC garante a vitória
Com Borges e Ibson nas vagas de Alan Kardec e Henrique, o começo do segundo tempo foi ainda mais promissor para o Santos. Isso porque logo com sete minutos, o zagueiro do Bragantino, Jean Pablo, recebeu o segundo amarelo por falta em cima de Neymar e foi expulso.

Em vantagem numérica, o Peixe anotou o segundo logo em seguida. Aos dez minutos, Maranhão recebeu de Juan na direita e bateu cruzado para o gol de Rafael Santos. A bola foi na trave e sobrou para Borges, que completou para as redes.

Após quatro minutos, por pouco não saiu o terceiro. Juan achou Neymar na área, que de frente para Rafael Santos, deu um leve toque de cobertura. Só que o goleiro conseguiu cortar para escanteio.

Aos 18, Neymar levou perigo mais uma vez ao gol do Bragantino. PH Ganso lançou o camisa 11 em profundidade, que puxado pela defesa adversária, mandou à esquerda de Rafael Santos.

Após assegurar a vantagem, o Peixe permaneceu com a posse de bola e jogou no erro do Bragantino. Até que aos 34 minutos, Juan e Neymar confirmaram o bom entrosamento e quase ajudaram Borges a marcar o segundo dele. A dupla tabelou pela esquerda e Juan, dentro da área, deu o passe para Borges, que estava livre. Mas antes de chegar na bola, a defesa do Bragantino conseguiu afastar.

E o segundo tempo foi todo de chances de Neymar. No último lance de gol, aos 41 minutos, ele recebeu de Arouca na direita, gingou para cima do defensor rival e mandou cruzado. A bola foi à direita de Rafael Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *