Na altitude de La Paz, Inter busca empate contra o The Strongest

Dagoberto tenta marca em cima do goleiro do The Strongest

Dagoberto tenta marca em cima do goleiro do The Strongest

LA PAZ – Foi um jogo duríssimo em La Paz, na Bolívia, mas o Inter volta com um ponto importante na bagagem após empatar em 1 a 1 com o The Strongest, na noite desta quarta-feira, em jogo válido pela quarta rodada do Grupo 1 da Libertadores. O Colorado perdia a partida até os 43min da etapa final, quando o atacante Gilberto, que havia entrado no lugar de Dagoberto, igualou o marcador.

O resultado deixa o Campeão de Tudo na liderança provisória, com sete pontos conquistados em quatro jogos. O The Strongest soma a mesma pontuação, mas é superado no saldo de gols. O Santos tem seis pontos, mas poderá assumir a primeira posição se vencer o Juan Aurich nesta quinta-feira, no Pacaembu.

O Inter volta a jogar pela Libertadores no dia 4 de abril contra o próprio Santos, no Beira-Rio. No dia 19, vai ao Peru enfrentar o Juan Aurich, pela última rodada da fase classificatória.

Desfalque de última hora

O meia-atacante Oscar ficou de fora da partida em virtude de uma decisão da justiça paulista, que fixou o restabelecimento do contrato do jogador com o São Paulo, seu clube anterior. Por precaução, o departamento jurídico colorado recomendou que Oscar não fosse escalado, mas estuda entrar com recurso. João Paulo foi o substituto.

Retornos de peso

O Inter contou com o retorno de duas peças fundamentais ao meio-campo: Tinga e Guiñazu, que foram poupados na última partida pelo Gauchão. Por outro lado, D’Alessandro, com uma lesão muscular, desfalcou o time. O Colorado foi a campo com Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Kleber; Tinga, Guiñazu, João Paulo e Dátolo; Dagoberto e Leandro Damião.

Ficha Técnica:

Internacional (1): Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Kleber; Tinga, Guiñazu (Bolatti), João Paulo (Jajá) e Dátolo; Dagoberto (Gilberto) e Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior.

The Strongest (1): Daniel Vaca; Torrico, Ojeda, Luis Méndez e García; Chumacero, Lima e Cristaldo; González (Melgar), Ramallo (Sollis) e Pablo Escobar. Técnico: Uber Acosta.

Gols: Ramallo (TS), aos 30seg do segundo tempo, Gilberto (I), aos 43min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Leandro Damião, Tinga (I); Lima, Méndez (TS).

Arbitragem: Omar Ponce, auxiliado por Carlos Herrera e Juan Cedeño (trio equatoriano).

Local: Estádio Hernando Siles, La Paz (Bolívia).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *