De virada, Santos bate, por 3 a 1, o Juan Aurich pela Libertadores

Neymar e Fucile comemoram gol

Neymar e Fucile comemoram gol

CHICLAYO – Com gols de Fucile, PH Ganso e Borges, o Santos venceu de virada o ,  (Peru) por 3 a 1 em partida válida pela terceira rodada do Grupo 1 da Copa Libertadores. O jogo aconteceu nesta quinta-feira (15), no Estádio Elias Aguirre, em Chiclayo (Peru).

Com o resultado, o Peixe fica em segundo lugar na tabela de classificação com seis pontos. Ao todo, foram três jogos, duas vitórias e uma derrota. O Alvinegro Praiano balançou as redes adversárias por sete vezes e sofreu quatro gols. Na ponta está o Internacional (RS) também com seis pontos, mas com cinco gols de saldo. O The Strongest vem em terceiro com seis pontos e um saldo negativo de três gols e, na lanterna, o Juan Aurich continua sem pontuar.

O Santos perdeu na estreia da Libertadores para o The Strongest por 2 a 1 e venceu o Internacional (RS) por 3 a 1, com três gols do craque Neymar.

Na próxima rodada da Libertadores, que acontece na quinta-feira (22), às 22 horas, o Santos FC recebe o Juan Aurich (Peru) no Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo (SP).

Jogo

Jogando em casa, em um campo de grama sintética, o Juan Aurich saiu com vantagem em relação ao Santos FC e pressionou a equipe santista nos primeiros minutos de jogo. Aos 14 minutos, os peruanos abriram o placar com um gol de Tejada. Kahan recebeu pela esquerda e cruzou na área. Tejada recebeu, fez o giro e bateu direto, sem chances para o goleiro Rafael.

O Santos sentiu a pressão do gol adversário e precisou correr atrás do prejuízo. Superando as dificuldades do clima e das condições do gramado sintético, o Alvinegro partiu para cima dos adversários e reagiu.

Aos 35 minutos, Juan cruzou na área para Borges, que sofria forte marcação. A bola passou e sobrou para Fucile que tirou da zaga e não desperdiçou a chance de empatar.

Após três minutos do gol santista, Neymar sofreu uma falta de John Valencia próximo a entrada da área. O peruano foi punido com o cartão amarelo e Neymar e PH Ganso foram para a cobrança de falta. PH Ganso chutou colocado para balançar as redes adversárias e virar o jogo.

No segundo tempo de jogo, foi o Santos FC que começou pressionando e impondo o ritmo da partida. Foram várias chances de ampliar, mas o goleiro Penny salvou por diversas vezes o Juan Aurich.

E foi aos 23 minutos que PH Ganso recebeu a redonda e, de primeira, colocou para Borges chutar na saída do goleiro peruano e selar a vitória santista.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *