Uberlândia registrou 65 novos casos de HIV em 2014

aids em uberlândiaA Unaids, programa conjunto das nações unidas sobre Aids divulgou um relatório sobre o número de infecções por HIV na América Latina. No Brasil, o relatório indica que as novas infecções pelo vírus no Brasil aumentaram 11% entre 2005 e 2013.

No ano passado, o país registrou 47% de todos os novos casos contabilizados na América Latina. E a Unaids alerta: 19 milhões de pessoas não sabem que estão infectadas pelo HIV.

Em Uberlândia, no ano passado foram realizados 1200 testes no ambulatório municipal e foram registrados 270 novos casos de pessoas com o vírus. Esse ano, até o momento, já foram 600 testes, com 65 casos positivos.

Para o coordenador do programa municipal DST/Aids, Marco Aurélio Afonso, esse aumento tem uma explicação. “É que muitos pacientes que têm o vírus ainda não procuraram atendimento e não sabem que são soropositivos”.

Lady Zu, presidente da FALEAlém dos jovens, os considerados grupos de risco também preocupam. A ex-profissional do sexo Lady Zu descobriu que tinha o vírus HIV há 20 anos. Desde 2002 passou a fazer uso do coquetel. O descuido na hora das relações sexuais foi o grande vilão.

Lady Zu afirma que muitos clientes não aceitavam o uso do preservativo, impedindo-a de prevenir a si própria e aos companheiros.

Hoje, à frente da Fraternidade Assistencial Lucas Evangelista (FALE), que atende portadores do vírus, ela ajuda mais de 40 pessoas que precisam de apoio.

A prevenção continua sendo a maior arma para evitar o vírus. Os exames e o tratamento são feitos na rede pública de saúde.

Quem tiver alguma dúvida sobre aids ou doença sexualmente transmissível pode entrar em contato com o ambulatório Hebert de Souza pelo e-mail [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *