Prefeito decreta estado de emergência na saúde pública de Uberlândia

O decreto, segundo o procurador, é um procedimento técnico administrativo.

O decreto, segundo o procurador, é um procedimento técnico administrativo.

O prefeito de Uberlândia, Gilmar Machado, declarou estado de emergência na saúde pública da cidade. A decisão veio mediante a contratação imediata de profissionais da área pelo prazo de 60 dias. O contrato que garantia a administração das Unidades de Atendimento Integrado, Uais, à Fundação Maçônica termina no dia 30 deste mês.

A partir do próximo mês as seis Uais e outros 27 Programas de Saúde da Família (PSFs) passarão a ser de responsabilidade da prefeitura de Uberlândia, por meio da FundaSUS. Para ter a criação aprovada pelo ministério público a FundaSUS precisou de um fundo superior a R$ 10 milhões. O dinheiro veio por meio de doações patrimoniais do município.

Para que tudo aconteça dentro da normalidade, o procurador do município, Luis Antônio Lira Pontes, explicou que foram feitos todos os trâmites legais.

“Se é legal, é lógico que o Ministério Público ratificou o estatuto. Como a FundaSUS irá funcionar e administrar a saúde, o gestor da saúde e o prefeito municipal devem assumir essa gestão”, afirmou o procurador do município, Luis Antônio Lira Pontes.

Desde o dia primeiro deste mês cerca de três mil funcionários, da fundação maçônica que foram demitidos, estão cumprindo aviso prévio. Para a contratação imediata de novos funcionários, Gilmar Machado decretou estado de emergência na área da saúde. O decreto, segundo o procurador, é um procedimento técnico administrativo. Ele garante ao município a contratação de profissionais de forma rápida, por meio do processo seletivo simplificado.

“O processo seletivo simplificado será permeado com provas e títulos, e a nossa intenção, até mesmo pela capacitação técnica, é de aproveitar a quase totalidade dos funcionários da fundação maçônica”, explicou o procurador.

O edital para divulgação das vagas de trabalho deve ser publicado ainda nesta semana.

http://youtu.be/s2HNJwNjjc4

2 respostas a Prefeito decreta estado de emergência na saúde pública de Uberlândia

  1. adenimar disse:

    nosso prefeito é mt bom ele esperou q tudo chegace a este ponto pra tomar providencias .selecao de contratacao q podem levar d seis meses ou mais neste intervalo quem paga por isso somos nois.ele Gilmar Machado nosso inlustre prefeito nao precisa da rede publica das uais como nois .é facil decretar estado de emergencia nois quer ver agora é voceis resolver o problema .nois te elegeu é isso que vce dar entroca .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *