9 são baleados e 3 mortos em tiroteio no Patrimônio

Bar na rua Tenente Rafael de Freitas, bairro Patrimônio, onde ocorreu o tiroteio

As marcas de sangue no chão de um bar na rua Tenente Rafael de Freitas, bairro Patrimônio, mostram o resultado da violência de um tiroteio que matou três pessoas e feriu nove, na noite deste sábado (4). A perícia identificou que foram aproximadamente 50 tiros ao todo.

As vítimas que morreram são Mateus Ribeiro de Souza, 14 anos, (um tiro no peito), Fernando Antônio dos Santos, 62, (vários tiros) e Anderson dos Reis, 45 (três tiros no rosto).

As vítimas baleadas são Nereu Jorge, 50 anos, (2 tiros no braço e um no peito), Ideron Nogueira Serpa, 44, (dois tiros na cabeça), Paulo Pires Gonçalves, 32, (um tiro na cabeça e um no tronco), Ricardo Teixeira Leite, 45 (vários disparos).

Os autores baleados são André dos Santos Justino, 20, (tiros na perna) e Hemerson Barbosa Borges, 25, (baleado na perna). Os dois foram presos juntamente com Diogo Ferreira Pacheco, 19, Raphael Henrique Dias, 19, Tiago Henrique Rodovalho, 19, e um menor de 15 anos.

Epaminondas das Graças disse que só pensou em se defender

No rosto do dono do estabelecimento, seu Epaminondas das Graças, ficaram o medo e a insegurança. Ele contou à reportagem que vários homens em um carro de cor escura e outros em três motocicletas atiraram várias vezes em direção ao local. “Foi tudo muito rápido e a única coisa que eu pensei foi em me proteger.”

As marcas dos tiros ficaram por toda parte. Nas paredes do lado de fora de bar e até no interior do comércio.  No chão a Polícia Militar encontrou muitas cápsulas deflagradas, de vários calibres.

De acordo com a Polícia Militar (PM), os criminosos subiram pela rua Leblon e nem sequer pararam. Eles atiraram em quem estava no bar e depois viraram na rua Tenente Rafael de Freitas e ainda atiraram em mais uma vítima perto de um orelhão da esquina.

Quatro pessoas morreram e nove ficaram feridas, segundo dados finais da PM

Os feridos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados ao Hospital de Clínicas da UFU. Mas quatro não resistiram às consequências das perfurações.

Minutos após o tiroteio no bar, a Polícia Militar iniciou uma perseguição ao veículo, um Vectra, no qual estavam cinco pessoas. Em um ponto da avenida dos Vinhedos, eles abandonaram o carro e fugiram a pé pelo mato. Houve troca de tiros e foi preciso reforço de várias viaturas da PM. O motorista do Vectra provavelmente não puxou o freio de mão e o carro atingiu a viatura. Dentro do automóvel estava um dos suspeitos, Hemerson Barbosa Borges, 25, baleado na perna. Ainda foram encontrados: dinheiro, aparelho celular, colete à prova de balas, um revolver calibre 38, chave de moto, boné, munições intactas e deflagradas e documento.

Marcas de sangue, resultado da violência

O veículo pode ter sido roubado, pois a placa estava alterada com fita adesiva. A viatura atingida ficou danificada. Foi montada uma operação envolvendo até o helicóptero Pegasus, da PM para localizar os criminosos. Em alguns minutos o segundo suspeito foi detido. André dos Santos Justino, 20, estava deitado no matagal, atingido por tiros na perna. Ele é suspeito de participar do homicídio que vitimou o adolescente Nicolas Galdino Ferreira, na sexta-feira (3), no bairro São Jorge.

Na procura pela área, a PM ainda encontrou mais três armas de fogo. Duas pistolas nove milímetros e um revólver calibre 38, além de munições. Outros três suspeitos também foram presos próximo ao Condomínio Gávea Paradiso, sendo eles, Diogo Ferreira Pacheco, 19, Raphael Henrique Dias do Prado, 19, e Tiago Henrique Rodovalho, 19.

4 respostas a 9 são baleados e 3 mortos em tiroteio no Patrimônio

  1. Julio Cesar disse:

    O impresisonante é o tanto de vezes que que esses autores são presos, principalmente por homicídio, e a nossa justiça não consegue puni-los, nossos governantes estao mais preocupados nos gastos dos presos no sistema penitenciário do que com a segurança da população. No dia em que nossos politicos pararem com essa roubalheira e começarem a trabalhar serio, nosso pais sera um lugar melhor para viver. Se pensarmos bem, todos temos uma parcela de culpa, podemos ver isso quando o Neymar ficou em 20° lugar entre os 100 maiores brasileiros dos ultimos tempos, ele ficou na frente do Chagas, que descobriu a cura da doença de Chagas e salvou MILHOES de vidas, eu disse MILHOOOOOOOOES de vidas! O povo tem o governo que merece e esses homicídios e tantos outros crimes é um reflexo de um governo despreocupado que nós elegemos.

  2. Chislaine disse:

    Nós estamos vivendo numa época em que é dado valor somente ao que possuimos e não ao que somos, somos medidos pelos bens que possuímos e não pelo nosso caráter. Enquanto não mudar-mos nossos valores é isso que nós assistiremos…Triste muito triste.

  3. eder disse:

    enquanto a maior idade nao passa para 16 anos, e se nao parar de receber propina dos papais do trafico,isto nao mudara nunca sera sempre a mesma coisa que olhar para o sol eem pleno verao numa praia do nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *