PC prende quadrilha suspeita da explosão de caixas no aeroporto de Uberlândia

Quadrilha de explosão a caixas eletrônicosA Polícia Civil de Uberlândia apresentou nesta manhã o resultado de uma das maiores operações dos últimos tempos contra o crime organizado. Uma quadrilha de roubos a bancos formada por pelo menos 23 pessoas foi desintegrada, entre Uberlândia e São Paulo. Entre presos há 9 pessoas de Uberlândia.

Foram mais de 10 meses de investigações a partir de uma explosão de caixas eletrônicos no aeroporto Tenente Coronel Aviador Cesar Bombonato, em Uberlândia, ocorrido em 23 de janeiro deste ano.

Imagem: TV Vitoriosa/Reprodução

Imagem: TV Vitoriosa/Reprodução

Conforme os levantamentos, todos os integrantes são considerados perigosos e atuavam em roubos a bancos. Segundo a PC, esta é uma das maiores quadrilhas de roubos a bancos desarticuladas no Brasil. Para se ter uma ideia foram apreendidos seis fuzis de potência de guerra, um deles usado no crime no aeroporto de Uberlândia, carregadores, farta munição e outros objetos.

Além da explosão no aeroporto de Uberlândia, o grupo é apontado como responsável por nove ataques a caixas no Estado de São Paulo. De acordo com os delegados, um dos presos em Uberlândia é o responsável por todo o levantamento logístico do roubo.

A local que funcionava como “base” para a quadrilha se articular fica no Bairro Jardim Holanda, zona oeste da cidade, na casa do suspeito.

A delegacia de Roubo a Banco de São Paulo também realizou operação na cidade de Cotia (SP), onde houve outra tentativa de explosão. Na ocasião os criminosos fizeram uma refém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *