Goleiro que defendeu a URT está entre sobreviventes do avião da Chape

Follman

Jackson Follmann defendeu a URT no Campeonato Mineiro

A União Recreativa dos Trabalhadores (URT), de Patos de Minas, declarou luto oficial de um dia em memória e solidariedade aos familiares e vítimas sobreviventes do acidente aéreo com a delegação da Associação Chapecoense de Futebol.

A queda da aeronave, que seguia para a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional comoveu todo o time. O avião, que transportava a equipe da Chapecoense e os profissionais de imprensa saiu na noite de segunda-feira, 28, de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em direção a Medellín.

Fotos: Patos Hoje

Fotos: Patos Hoje

A aeronave  perdeu contato por volta de 1h15 desta madrugada, horário de Brasília e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.

Um dos sobreviventes da tragédia, o goleiro Jackson Follmann, defendeu a URT na última temporada do Campeonato Mineiro. Follmann teve uma perna amputada.

Fotos: Patos Hoje

Fotos: Patos Hoje

Ao todo, seis pessoas sobreviveram: o zagueiro Neto, o lateral Alan Ruschel e o goleiro Follmann, além do jornalista Rafael Henzel e dois integrantes da tripulação: Ximena Suárez e Erwin Tumiri. O goleiro Danilo chegou a ser resgatado com vida, mas não resistiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *