Candidato a vereador por Ipiaçu é preso pela Polícia Civil

Marquinho do BidéA Polícia Civil de Minas Gerais, por meio de três mandados, prendeu na cidade de Capinópolis, pertencente ao 9º Departamento de Polícia Civil de Uberlândia, nesta sexta-feira, 30, o candidato a vereador pela cidade de Ipiaçu, no Triângulo Mineiro, Marcos da Silva, de 35 anos, o Marquinho do Bidé.

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão na casa do candidato e nas residências de amigos dele, deflagrando assim uma operação contra a compra de votos na cidade de Ipiaçu.

Na ocasião também foi presa em flagrante uma amiga e vizinha de Marcos, Thaís de Paula Messias. Ela teria confessado estar diretamente ligada ao esquema e apresentar os depósitos que o candidato fazia em conta bancária para que ela pudesse comprar votos dos eleitores. A jovem pagou fiança e foi liberada.

De acordo com  a PC, Marcos da Silva é investigado não só pela compra de votos durante toda a sua campanha eleitoral, mas também pelos crimes de falsificação de documento público e particular, estelionato e lavagem de capitais.

Vários comprovantes de depósito foram apreendidos, bem como uma lista contendo uma relação de eleitores e números de títulos eleitorais. Os documentos seriam de possíveis eleitores que venderam seus votos.

Ainda segundo a PC, Marcos tinha passagens pela polícia por outros crimes, inclusive já havia sido conduzido preso. As investigações continuam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *