Engenheiro avalia erosão na BR-050

Imagem: Cláudio Costa / TV Vitoriosa

Imagem: Cláudio Costa / TV Vitoriosa

A placa dos valores da cobrança do pedágio na BR-050 é vista por quem passa no local. E embaixo um buraco que cresce dia a dia. A equipe da TV Vitoriosa mostrou o problema há pouco mais de um mês e voltamos ao local. O buraco fica a cerca de 2 km do pedágio entre Uberlândia e Araguari. Dessa vez levamos o engenheiro Marcos para avaliar o problema e tentar desvendar as causas. A erosão pode estar ligado ao excesso de chuvas nos últimos meses.

Por enquanto, o buraco é tapada com uma lona. O objetivo para evitar o contato direto da água com o solo e piorar a situação. Mas lá embaixo a quantidade de sedimento e restos da construção da rodovia mostram que a erosão não pára. As rachaduras são prova do que está por vir.

erosão br 050 1

Imagem: Cláudio Costa / TV Vitoriosa

De quem é responsabilidade? Da MGO Rodovias, concessionária que cuida da BR-050, certo? Não. O caso é que a obra de duplicação da rodovia, entregue antes da privatização, apresentou problemas no pavimento e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) entrou em contato com empresa responsável pela obra.

Segundo a assessoria do DNIT, a empresa se recusou a atender o requerimento e consertar o problema. Isso significa que o trecho onde está o buraco, a placa de cobrança do pedágio e o próprio pedágio não estão sob a concessão da MGO Rodovias, mas até agora do DNIT. Ou seja, existe a cobrança de pedágio feita por uma empresa que não é responsável legal pela rodovia.

Em outra nota, a Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT) disse que é possível sim a cobrança de pedágio, por parte da MGO, porque ela vem realizando obras de conservação do trecho. Mas ainda fica a pergunta: e a erosão ao lado da pista, quem vai resolver?

Por Vinícius Lemos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *