Prefeitura e Governo de Minas abrem unidade de hidratação em Uberlândia

Imagem: Prefeitura de Uberlândia

Imagem: Prefeitura de Uberlândia

Ao contrário de dezenas de municípios em Minas Gerais, Uberlândia não vivencia um cenário de epidemia para a dengue. Isso deve-se principalmente as antecipações das ações do município no controle dos focos do mosquito e de conscientização da população. Exemplo disso foi a contratação emergencial, ainda em 2015, de 100 Agentes de Controle de Zoonoses e da integração de mais de 400 Agentes Comunitários de Saúde no combate a proliferação das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti e dos 300 homens do exército que estão nas ruas dando suporte a este trabalho.

E amanhã (03), a Prefeitura de Uberlândia, junto ao Governo de Minas Gerais, dá início a mais uma ação de atenção à saúde da população. Uma unidade de hidratação começa a atender pacientes diagnosticados com dengue no município nesta quinta-feira. A instalação é uma parceria entre a Prefeitura de Uberlândia e o Governo de Minas Gerais para evitar que casos graves e óbitos aconteçam em decorrência da dengue, além de humanizar o atendimento ao paciente.

A sala está montada e equipada na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do bairro Jardim Brasília com dez cadeiras reclináveis e suporte para soro, aparelhos de pressão, medicamentos e insumos para soroterapia. Os pacientes só serão encaminhados para as unidades de hidratação após avaliação médica das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) e dentro de critérios médicos. Profissionais farão atendimento exclusivo para tratar o cidadão entre 7 e 17 horas, de segunda a sexta-feira.

Ações em Uberlândia

Todas as pastas da Prefeitura Municipal de Uberlândia estão de alguma maneira mobilizadas para manter ações de conscientização das secretarias de Educação, Saúde, Meio Ambiente, Comunicação Social, Serviços Urbanos, Obras, Desenvolvimento Social, entre outros, em suas atividades diárias.

O Saúde mantém rotineiramente e intensificou nos últimos meses as ações de vistoria domiciliar, a parceria com imobiliárias para visitação de casas fechadas, vistorias em imóveis abandonados, controle biológico com peixamentos de lebiste e platy, equipe de pontos estratégicos (grandes empresas e ferros-velhos), recolhimento de pneus e ações de mobilização social.

Ações de combate ao Aedes continuam na indústria e no comércio, com comitês de mobilização para controlar os focos do mosquito no local de trabalho e na casa dos funcionários e colaboradores. Essa ação foi reforçada com reuniões realizadas com os dirigentes da FIEMG e do Sistema SESI em Uberlândia.

Mais parceiros

O Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) Campus Uberlândia-Centro também mobilizou seus alunos. Dentre as ações realizadas pelos alunos técnicos, uma varredura foi feita no entorno do campus na terça-feira (23) e mais de 100 sacos de lixo com possíveis criadouros foram recolhidos. O material foi utilizado para uma exposição, em que dados da dengue, chikungunya e zika vírus são apresentados junto aos materiais, para mostra o por quê de a mobilização ser importante.

Os sintomas da dengue

– Febre alta com início súbito (39° a 40°C);
– Forte dor de cabeça;
– Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos;
– Perda do paladar e apetite;
– Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente, no tórax e membros superiores;
– Náuseas e vômitos;
– Tontura;
– Extremo cansaço;
– Moleza e dor no corpo;
– Muitas dores nos ossos e articulações;
– Dor abdominal (principalmente em crianças).

Serviço

Unidade de Hidratação: UBSF Jardim Brasília
Rua Biot Santos, n° 100, bairro Jardim Brasília

Prefeitura de Uberlândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *