Complexo da Rodoviária ganha Base Avançada da Settran e ponto de apoio a taxistas

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran), entregou na tarde dessa quinta-feira (13) três equipamentos no complexo formado pela Praça da Bíblia e Terminal Rodoviário Castelo Branco. O projeto foi executado em parceria com a Tricon, concessionária que administra a Rodoviária de Uberlândia.

A partir de agora, a população passa a contar com mais uma unidade da Base Avançada da Settran, um novo Núcleo de Atendimento ao Migrante e a modernização do ponto de apoio aos 41 taxistas que atuam no local.

A base avançada dos agentes de trânsito deverá funcionar no período de maior fluxo, entre 8h e 18h. O equipamento permite o atendimento de ocorrências de acidentes, emissão de segunda via de documentos e protocolo de pedidos direcionados à secretaria. O novo ponto de apoio dos taxistas ficou mais moderno e humanizado. Além do armário, foram implantadas uma sala de descanso e cozinha.

O Núcleo de Atendimento ao Migrante existe em Uberlândia há cerca de 35 anos no Terminal Rodoviário e tem por objetivo o atendimento e encaminhamento do público-alvo para os recursos da comunidade e a concessão de passagens intermunicipais e interestaduais para pessoas em condição de vulnerabilidade social em trânsito pelo município.

“Foram investidos pela concessionária mais de R$ 1,5 milhão. Esta é a maior reforma e modernização do Terminal Rodoviário Castelo Branco desde sua construção em 1976”, disse o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Alexandre Andrade.

O projeto de requalificação do espaço foi anunciado em janeiro deste ano e faz parte do contrato de renovação da concessão à empresa responsável pela gestão do terminal, que recebe por mês uma média de 72 mil passageiros. O diretor de Operações da Tricon, Humberto Franco Ribeiro, detalhou as próximas etapas.

“Até o final deste ano ficará pronto o novo paisagismo da praça, que terá nova iluminação, recuperação do passeio, plantio de 118 novas árvores e uma nova cobertura para o ponto de táxi. Para 2016, deverão ser executadas as reformas internas do Terminal Rodoviário, como a adaptação dos guichês à acessibilidade, substituição da rede elétrica, substituição do domus translúcido, colocação de piso podotátil e do mapa de orietação”, explicou o diretor.

Com 39 anos de profissão, o taxista José Alves de Sousa foi um dos primeiros a comprar o ponto na Rodoviária, pouco depois da sua inauguração. Hoje, aos 80 anos, ele pôde presenciar a inauguração do ponto de apoio, reivindicado desde a época em que dirigia um Corcel, veículo que se tornou seu primeiro táxi.

“Vai facilitar muito pra nós. Até ontem, para ir ao banheiro precisávamos usar os que ficam dentro da Rodoviária. O nosso posto de descanso e alimentação é uma tendinha improvisada que utilizávamos até hoje. Com certeza melhora muito”, comparou José Alves, que não pretende parar de trabalhar. “Continuo enquanto tiver saúde. É minha profissão, é tudo o que sei fazer”, completou.

Fonte: Prefeitura de Uberlândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *