Vereadores de Uberlândia questionam o edital do concurso público da Fundasus

Por Vinícius Lemos

Concurso FundasusVereadores de Uberlândia questionam o edital do concurso público da Fundasus. Durante a penúltima sessão ordinária de maio esse foi o principal assunto debatido na casa.

Na penúltima sessão ordinária do legislativo foram feitas críticas por parte da oposição para o concurso anunciado no dia anterior para a Fundação de Saúde de Uberlândia – Fundasus. Ao todo são 2,7 mil vagas de empregos em diversos setores, no regime CLT – Consolidação das Leis do Trabalho, o que para a oposição é uma afronta à legislação trabalhista.

O vereador Wilson Pinheiro citou um documento em que há uma recomendação do Ministério Público Estadual com a participação da procuradoria da república e assinada por 3 promotores e um procurador. Nele, segundo o vereador, consta que o município deveria contratar via regime  jurídico único.

Para Wilson o concurso é ilegal e será cancelado. O líder do prefeito na casa, Silésio Miranda, acha que é justo correr o risco.

Ele ainda criticou o posicionamento dos vereadores de fora da base.

O atual presidente, Adriano Zago, diz que vai recorrer dessa nova decisão. Mas ele teme uma guerra jurídica que atrapalhe o andamento administrativo da casa.

Confira as discussões no vídeo:

3 respostas a Vereadores de Uberlândia questionam o edital do concurso público da Fundasus

  1. Léia disse:

    O próprio colega da bancada insinua que o outro tem intenção de burlar o concurso com apadrinhamentos… Nunca senti credibilidade em concursos municipais, agora sinto menos. Vergonha!!

  2. ANDERSON JORGE DA SILVA disse:

    SERA QUE VAO DEVOLVER O NOSSO DINHEIRO,POIS TAMBEN ESTOU BEM DESCONLIADO SE ESTE CONCURSO VAI MESMO ACONTECER.

  3. lukas disse:

    e agora!? mais de 2000 vagas em uberlandia? sei nao nao heim,vou fazer a inscrição, qualquer coisa, meto processo nesses canalhas!!

Deixe uma resposta para lukas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *