Caminhada marca início das atividades do Movimento Maio Amarelo

Imagem: Prefeitura de Uberlândia

Imagem: Prefeitura de Uberlândia

Uma caminhada na manhã deste domingo (03) marcou o início das atividades do Movimento Maio Amarelo – Atenção pela Vida, realizado pela Prefeitura através da Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran). A concentração foi na Avenida Rondon Pacheco e o percurso de ida e volta foi entre as avenidas Francisco Galassi e Vitalino Rezende do Carmo.

O movimento tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre a importância de ter atenção no trânsito. Blitze educativa estão programadas durante o mês com a distribuição de lixeiras para carros e panfletos nos principais pontos de acidentes na cidade, conforme estatísticas apontadas pelo Corpo de Bombeiros.

“Uberlândia aderiu ao movimento, que é internacional, visando alertar à população sobre a importância de ter mais atenção no trânsito e à vida. É alto o índice de mortes e feridos no trânsito e quando as pessoas têm consciência esse dado pode ser revertido. Todos têm papel fundamental no trânsito e se cada um fizer a sua parte, o reflexo será positivo”, disse a coordenadora do Núcleo de Educação para a Mobilidade Urbana e Cidadania (NEMUC), Zilda Maria da Silva.

A supervisora setorial do Eco Instituto, Maria Cecília de Souza, explicou que o trabalho será intenso nos locais onde ocorrem mais acidentes. “Após estudos serão feitas ações nesses pontos que incluem melhorias no trânsito e na sinalização, mas nem sempre esses são os principais quesitos que levam aos acidentes. Por isso, faremos um trabalho amplo de conscientização que vai desde o limite de velocidade das vias, a importância de respeitar pedestres, ciclistas, entre outros assuntos”, afirmou.

O Movimento Maio Amarelo em Uberlândia terá ainda atividades para crianças, através da Transitolândia que trabalha as questões de segurança e comportamento no trânsito. Também estão programadas caminhadas com alunos de escolas municipais com cartazes e mensagens educativas.

“Queremos difundir a ideia da segurança nas vias tanto para pedestres, ciclistas, motoristas em geral e em especial aos motociclistas. É uma forma de chamar atenção das pessoas que há mortes no trânsito, mas que esse quadro pode ser revertido quando existe respeito”, concluiu Zilda.

Fonte: Prefeitura de Uberlândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *