Problemas oculares podem estar associados à obesidade

Entre as doenças mais frequentes em paciente obesos podemos citar o infarto, o acidente vascular cerebral (AVC) e o diabete melito. Essas doenças estão geralmente associadas a hábitos de vida não saudáveis, como alimentação inadequada, tabagismo e falta de exercícios físicos .

A obesidade em si não causa os problemas de visão, o que provoca tais complicações são as doenças decorrentes do excesso de peso. “A obesidade deixa o paciente com uma maior propensão a hipertensão arterial sistêmica, problemas cardíacos e ao diabete, e essas podem cursar com acometimento ocular e levar à perda visual se não tratadas adequadamente”, afirma o médico especialista do HCO, Fábio Gasparin.

Segundo o Ministério da Saúde, a incidência do diabetes aumentou 40% nos últimos anos. “O principal problema ocular decorrente do diabetes é a retinopatia diabética, que hoje é considerada a principal causa de perda visual no mundo, na população entre 30 e 60 anos. Sendo assim, é extremamente importante que todo paciente com o diagnóstico de diabetes procure o oftalmologista para realizar o exame de fundo de olho, com intuito de identificar alterações precocemente e se necessário realizar o tratamento no momento adequado”, acrescenta Fábio.

O número de pessoas com retinopatia diabética aumentou muito nos últimos anos, (passou de 1,2 para 3,4 milhões) e os dados populacionais sobre o  número de pessoas com sobrepeso e obesidade também são alarmantes, com muitas crianças e adolescentes já sofrendo as consequências do excesso de peso.

Mudando hábitos

Para que o paciente não chegue a este estágio e comece a levar uma vida saudável é desejável que aconteçam certas mudanças na rotina que podem contribuir para um estilo de vida mais saudável, como uma alimentação balanceada e a prática de atividades físicas, sempre acompanhadas de profissionais qualificados. “É essencial que aconteça uma reeducação alimentar na vida desse paciente obeso, preferencialmente com o auxílio de um nutricionista.

Na verdade, essa mudança de hábitos deve ser feita por todos nós, e não só em pacientes com sobrepeso, pois a melhor época para cuidar da saúde é quando ainda estamos saudáveis , e não quando os problemas já apareceram, conclui o especialista.

Fonte: Assessoria Serifa

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *