Moradores e comerciantes da Avenida Segismundo Pereira reclamam de futuro projeto da Prefeitura

Imagem: reprodução TV Vitoriosa

Imagem: reprodução TV Vitoriosa

A Prefeitura Municipal de Uberlândia por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran) pretende criar o corredor leste na Avenida Segismundo Pereira, que irá passar pelos bairros Santa Mônica e Segismundo Pereira, até a BR-452. O projeto orçado em mais de R$ 38 milhões prevê a criação da faixa única para os ônibus do transporte público coletivo e ainda a construção de 11 estações fechadas para embarque e desembarque de passageiros, além de um terminal.

Segundo moradores e empresários que residem e trafegam na avenida, o projeto ainda prevê a retirada de 100% dos estacionamentos da via.

A presidente da Associação dos Moradores do Bairro Santa Mônica, Nilva Lamounier, diz que impasse tamanho nunca foi registrado. “Esse impasse pra nós é violento. Nós não podemos deixar que ele aconteça como a prefeitura quer. Pode acontecer, nós não somos contra, mas existem maneiras diferentes de se fazer”, disse.

Outro problema é que a Prefeitura não consultou os moradores nem os comerciantes e não realizou nenhuma pesquisa sobre impacto comercial, financeiro e social em relação às mudanças na avenida.

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Uberlândia (CDL), foi acionada pelos 241 empresários que geram 1.554 empregos e já se posicionou a favor destes.

Informações: Antonio Pimenta/Thais Zago

Uma resposta a Moradores e comerciantes da Avenida Segismundo Pereira reclamam de futuro projeto da Prefeitura

  1. Guilherme Oliveira disse:

    Temos que parar este projeto já! A prefeitura de Uberlândia já provou não ter competência técnica para este tipo de empreendimento. São um bando de acadêmicos fazendo experiências com a população.
    O projeto precisa ser discutido, tem que atender aos interesses de todos e não aos interesses de um grupo de pretensos modificadores do universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *