Canola tropical é produzida em Uberlândia e já atrai mercado

Canola tropical já é produzida em UberlândiaDesde 2008 está sendo pesquisada uma nova espécie de canola em Minas Gerais. É a canola tropical. Em Uberlândia a produção já é realidade. A primeira colheita foi realizada e três empresas querem produzir óleo e farelo para ração de pássaros.

A canola demorou 90 dias para chegar ao ponto de colheita, ciclo cerca de 30% mais rápido que o normal. Mas a grande vantagem dessa variedade de canola é outra: ela pode ser cultivada em temperaturas mais altas, de até 35 graus, bem diferente do frio que normalmente ela precisa para florar.

O pesquisador Gilberto Grando criou a variedade por meio do cruzamento de canolas originárias da Europa, Índia e até China. Ela ainda é mais tolerante à falta de água e insetos. A canola tropical ainda é considerada muito nova, o que fez o pesquisador procurar a Universidade Federal de Uberlândia para pesquisas que darão subsídio para a produção em larga escala da variedade.

A produção, no entanto, já é realidade. O Triângulo Mineiro produziu 12% de todo o volume de canola do país nesse ano. Três empresas já se mostraram interessadas na variedade para a produção de óleo e farelo para ração de pássaros.

O produtor João Simão, de Uberlândia, avalia a situação como uma nova oportunidade de renda.

Vinícius Lemos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *