Por que a vitamina D é importante para o emagrecimento?

Dr Fábio Cardoso explica como vitamina D ajuda a emagrecerComo Dr Fábio Cardoso especialista em medicina preventiva e longevidade nos explica, embora seja chamada de vitamina, a substância é, na verdade, um pró-hormônio, ou seja, dá origem a vários hormônios importantes para o corpo.  É sintetizada a partir de uma fração do colesterol, transformada sob a ação dos raios ultravioleta B do sol. Ela também está presente em alimentos – principalmente peixes de água fria –, mas sua concentração neles é pequena e seria suficiente para fornecer apenas 20% das necessidades diárias. Porém, mais um problema: estudos mostram que nos últimos 30 anos, a concentração de nutrientes das frutas e vegetais caiu em torno de 50%, e isso acontece também com as carnes de animais que ingerimos, ricas em hormônios e cada vez menos nutritivas. Partimos então para a era da suplementação, pois não existe mais meios de se ter uma alimentação perfeita e saudável.

  1. A vitamina D promove o metabolismo da gordura, cortando a produção do hormônio da paratireoide, o que acelera a quebra da gordura pelo fígado.
  2. Depois, a vitamina D seca as gordurinhas – a substância ativa os receptores nas células adiposas, inibindo o seu crescimento.
  3. A supervitamina também reduz o apetite, pois aumenta a quantidade de leptina, hormônio que envia sinais de saciedade ao cérebro.
  4. Por fim, o nutriente ativa a força dos músculos – ele facilita a redução do excesso de gordura no tecido muscular, fator ligado ao aumento da força.

E como ela ajuda na quebra da gordura?

De novo 4 ações:

  1. Os estudos atuais mostram ligação entre níveis baixos de vitamina D com o aumento da lipogênese (produção de gordura) e diminuição da lipólise (queima da gordura). Quando o nutriente (vitamina D) falta na circulação, os níveis dos hormônios paratireoidianos (PTH) e do hormônio calcitrol se elevam.  ele passa a estocar gordura em vez de queimá-la. Pesquisas recentes apontam que níveis elevados de PTH aumentam em 40% os riscos de ficar acima do peso. Ao contrário, se houver bastante vitamina D em sua corrente sanguínea, você também tende a produzir e a estocar menos gordura.
  1. Outra ação que auxilia no tratamento da obesidade: quando possui bom nível de vitamina D, o corpo libera mais leptina. Esse hormônio controla a saciedade. O que o torna o nosso regulador natural do apetite. Vitamina D em baixa no organismo significa menos leptina nele e pratos mais cheios na sua mesa.
  1. Além de auxiliar no controle do peso, também auxilia no combate à Diabetes tipo 2, que hoje exibe proporções epidêmicas no mundo. Trabalhos demonstram que níveis baixos da substância estão relacionados a uma disfunção ligada à origem da doença chamada resistência à insulina. A insulina é o hormônio que permite a entrada, nas células, da glicose circulante no sangue. No caso da diabetes tipo 2, ela não consegue cumprir sua função corretamente e o resultado é o acúmulo de glicose na circulação sanguínea, o que caracteriza a doença.
  1. Outra ação conhecida da Vitamina D é sua ação de reduzir os níveis de cortisol.O cortisol é o tal hormônio do estresse, que entre outras ações favorece a formação de gordura estocada.Vitamina D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *