Vitamina D: uma aliada contra doenças do fígado

Exposição ao sol, sempre com moderação, pode trazer diversos benefícios à saúde. Lá está a vitamina D, de graça, sem custo algum. De acordo com Marcial Carlos Ribeiro, diretor superintendente do Hospital São Vicente – FUNEF, de Curitiba (PR), a presença dela no organismo é capaz de evitar uma série de doenças do fígado. “A vitamina D desempenha um importante papel na produção da glutationa (GSH), um dos mais antioxidantes do fígado, que ajuda a eliminar as toxinas celulares”, explica.  

A glutationa está constantemente em ação protegendo o corpo contra doenças, toxinas, vírus, poluentes, radiação e estresse oxidativo. Ela desempenha um importante papel no sistema imunológico. “Se glutationa suficiente não estiver disponível, as toxinas vão sobrecarregar o fígado”, alerta o diretor superintendente do Hospital São Vicente – FUNEF.

O tratamento à base da vitamina D apresentou resposta satisfatória em pacientes com fibrose hepática, por exemplo. “A fibrose hepática é causada principalmente por infecções crônicas do vírus da hepatite, como a hepatite B e C, o consumo de álcool, e a esteato-hepatite não alcoólica”, detalha Ribeiro.

Banho de sol

A vitamina D obtida principalmente pela luz solar. Por isso, tomar sol, em horários adequados, é fundamental para a saúde e o funcionamento perfeito do corpo. Com o “banho de sol”, o organismo melhora a absorção do cálcio, fortalecendo os ossos. Também é importante fazer alguma atividade física. “Além da melhoria de problemas relacionados ao fígado, a vitamina D desempenha um papel destaque no tratamento doenças como: diabetes tipo 2, câncer, depressão e problemas cardiológicos”, completa o especialista.

Uma resposta a Vitamina D: uma aliada contra doenças do fígado

  1. Erli Gonçalves disse:

    ÓTIMO SABER DISTO. TENHO DIABETS TIPO 2 E GORDURA NO FÍGADO.

Deixe uma resposta para Erli Gonçalves Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *