Uberlândia e outras cidades mineiras querem sediar treinamento das seleções na Copa do Mundo

Na sexta-feira (06), foram definidos, em sorteio na Costa do Sauípe, na Bahia, os grupos e locais de atuação das 32 seleções que vão disputar a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Agora, é a vez de as seleções programarem onde ficarão melhor e estrategicamente acomodadas para o evento esportivo, que tem início previsto para o dia 12 de junho do próximo ano. Nos bastidores, seis cidades mineiras ainda vivem a expectativa de ser escolhidas para atuar como Centros de Treinamento de Seleções (CTS) no evento da Fifa.

A escolha do local de hospedagem e treinamento é feita exclusivamente pelas delegações. Isto porque a Fifa oferece somente um catálogo oficial com as opções, todas avaliadas de maneira criteriosa. Minas, por exemplo, já tem, em Belo Horizonte, os CTs do Atlético (Cidade do Galo), pré-selecionado pela delegação Argentina, e do Cruzeiro (Tocas da Raposa I e II), pretendido por Chile e outras seleções. Agora, o Estado sente o “frio na barriga”, diante da possibilidade de Ipatinga, Vespasiano, Juiz de Fora, Sete Lagoas e Uberlândia acolherem alguma seleção.

E o estado de Minas Gerais está sendo alvo de interesse de muitas equipes. Até o momento, diversas outras delegações já visitaram o estado para conhecer a estrutura oferecida, tais como os representantes da Espanha, Alemanha, Estados Unidos, Argentina, Itália, Chile, Portugal, Japão, Inglaterra, Coréia do Sul, Portugal, entre outros países.

De acordo com o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Tiago Lacerda, desde o início do processo, o Governo de Minas, por meio da Secopa, trabalhou conjuntamente com a Fifa para a inclusão de cidades como possíveis bases e centros de treinamento para a Copa de 2014. Após a definição do catálogo, explica Tiago, “o trabalho tem sido feito junto às seleções e ao Comitê Gestor, com o objetivo de promoção desses locais”, observa.

Segundo Lacerda, outra boa notícia foi a confirmação da estadia da seleção argentina em Belo Horizonte, com perspectivas não só esportivas, mas também turísticas para a cidade. “O fato de Messi estar hospedado em Minas Gerais já é uma condição muito especial para o estado, que receberá jornalistas e turistas de todas as partes do mundo”, enfatiza.

Uberlândia aguarda convocação

No Triângulo Mineiro, Uberlândia está na expectativa e pronta para receber qualquer seleção interessada, segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo da cidade, Paulo Romes. A ideia, com o conhecimento do local de realização das partidas das equipes mundiais, é acelerar as negociações com as seleções que vão jogar em Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e até mesmo Cuiabá, capitais com até mil quilômetros de distância do município.

Além da sua posição geográfica central, Romes enfatiza a completa estrutura de Uberlândia para receber os grandes times e suas delegações. “Temos o segundo maior estádio de Minas Gerais – João Havelange – e o complexo Parque do Sabiá, com direito a quatro campos com as medidas oficiais, que podem servir de treinamento”, cita Romes, dentre outros atributos.

Interligada por rodovias e com saída regular de voos para diversas outras capitais do país, com atrações turísticas como a maior reserva da mata Atlântica do mundo, Ipatinga, na região do Vale do Aço, é outro município que aguarda com ansiedade a definição das grandes seleções. Sua infraestrutura conta com o estádio Ipatingão, com capacidade para 23 mil torcedores, como reforça o secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Ipatinga, Carlos Magno Xavier. “Nossa população, em razão das grandes indústrias do pólo siderúrgico, é formada por pessoas de todas as partes do Brasil e dezenas de países, com uma tradição de hospitalidade que nos credencia como um dos melhores anfitriões do estado”, observa Xavier.

Juiz de Fora, na Zona da Mata, aposta em detalhes como o clima agradável, a localização e a sua rede de hotelaria e gastronomia. “Nosso hotel base, o Village Haras Morena, localizado no município vizinho de Matias Barbosa, é uma construção com muito espaço e fica a 10 quilômetros do centro de treinamento, o Estádio Radialista Mário Heleno”, observa o secretário municipal de Esporte e Lazer de Juiz de Fora, Francisco Canalli. O estádio local, inclusive, também está em uma área privilegiada. “Está a cinco minutos do Aeroporto Francisco Álvares de Assis (Aeroporto da Serrinha) que, por sua vez, fica a seis quilômetros do centro de Juiz de Fora”, acrescenta.

A proximidade do aeroporto e a logística são também atributos de Sete Lagoas, na região central de Minas Gerais. De acordo com o secretário municipal de Esportes e Lazer de Sete Lagoas, Cesar Maciel, o município buscou todas as formas disponíveis de divulgação e aproximação, inclusive a recepção de seleções europeias. “Estes indicativos nos deixam com as melhores expectativas para a escolha de Sete Lagoas como o CT de uma seleção”, aponta. “Além de um hotel/resort de padrão internacional, temos a Arena do Jacaré, um estádio que já recebeu importantes partidas, até internacionais, das maiores equipes de Minas”, conclui.

Se depender das características de Minas Gerais, portanto, as chances são promissoras. Como reforça o secretário da Secopa, Tiago Lacerda, o estado está localizado estrategicamente entre as demais cidades-sede, além de ser referência em segurança pública e apresentar, no período, clima favorável, sem chuvas, com temperaturas amenas. “Vale acrescentar, ainda, a infraestrutura dos clubes e a paixão dos mineiros pelo futebol, o que contribuirá para o acolhimento das seleções e visitantes em Minas Gerais”, finaliza Lacerda.

O anúncio final da escolha das equipes está agendado para o dia 30 de janeiro de 2014. Espera-se, no entanto, que já na próxima semana sejam divulgadas as primeiras decisões:

Grupos sorteados           

Conheça as chaves definidas para o maior evento de futebol, com as localidades:

Grupo A: Brasil, Croácia, México e Camarões
(Haverá disputa de jogos em São Paulo, Natal, Fortaleza, Manaus, Recife e Brasília)

Grupo B: Espanha, Holanda, Chile e Austrália
(Haverá disputa de jogos em Salvador, Cuiabá, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Curitiba e São Paulo)

Grupo C: Colômbia, Grécia, Costa do Marfim e Japão
(Haverá disputa de jogos em Belo Horizonte, Recife, Brasília, Natal, Fortaleza e Cuiabá)

Grupo D: Uruguai, Costa Rica, Inglaterra e Itália
(Haverá disputa de jogos em Fortaleza, Manaus, São Paulo, Recife, Belo Horizonte e Natal)

Grupo E: Suíça, Equador, França e Honduras
(Haverá disputa de jogos em Brasília, Porto Alegre, Salvador, Curitiba, Manaus e Rio de Janeiro)

Grupo F: Argentina, Bósnia e Herzegovina, Irã, Nigéria
(Haverá disputa de jogos em Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Cuiabá, Salvador e Porto Alegre)

Grupo G: Alemanha, Portugal, Gana, EUA
(Haverá disputa de jogos em Salvador, Natal, Fortaleza, Manaus, Brasília e Recife)

Grupo H: Bélgica, Argélia, Rússia, Coréia do Sul
(Haverá disputa de jogos em Belo Horizonte, Cuiabá, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Curitiba e São Paulo)

Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *