Colesterol triplica risco de infarto na mulher

Níveis elevados de colesterol também são a causa de várias enfermidades para a mulher. Segundo simulações feitas na plataforma Vitalbox, uma mulher de 35 anos com estatura e peso médios – 1,70m e 65 kg – e com colesterol em 230 mg/dl corre um risco três vezes maior de ser diagnosticada com doenças coronarianas, quando comparada a uma mulher com o nível em 120 mg/dl.

Os reflexos das escolhas dos hábitos na saúde, como, a prática de atividade física, consumo de cigarro, álcool e de alimentos com alto teor de gordura também são avaliados. O tabagismo é maior fator de risco para doenças coronarianas, dobrando as chances de enfarto de uma mulher que fuma.

Para calcular a influência de alguns fatores na saúde, a pesquisa usou informações fornecidas pelos usuários – altura, peso, taxa de colesterol, glicose entre outros – para gerar uma avaliação da saúde, na qual apresenta as chances do participante desenvolver doenças, propõe mudanças para a redução dos fatores de risco e compara o perfil do usuário com outras pessoas de mesma idade e sexo.

Plataforma interpreta exames

“A plataforma interpreta, por exemplo, dados de exames laboratoriais, mostrando aos usuários as consequências dos altos índices de colesterol, glicose e outros na saúde. Não pretendemos substituir o atendimento médico, mas sim complementá-lo, tornando as informações mais claras ao paciente, que passa a ter autoconsciência sobre o estado de seu corpo”, afirma Carlos Bassi, da Vitalbox.

Para incentivar a mudança de hábitos em prol da saúde, a ferramenta propõe metas de melhorias e desafia o usuário através de mensagens diárias ou semanais (segundo escolha do participante). Cada objetivo é premiado com troféus sociais. Há ainda dicas de alimentação saudável e lembretes de exames que devem ser feitos regularmente.

Fonte: Press Works

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *