Mãe desaparece após ver o filho morto por engano, em Uberlândia

Mãe desaparece após ver o filho morto por engano, em UberlândiaA mãe de um adolescente de 16 anos, assassinado com 13 tiros no bairro Tubalina, zona sul de Uberlândia, está desaparecida desde o dia do crime, 14 de maio deste ano. Segundo parentes da Juliana Teixeira de Jesus, de 41 anos, ela precisa de tratamento psiquiátrico, porque teria surtado ao ver o filho morto. O menor teria sido morto por engano, segundo familiares e amigos, pois não tinha desafeto e sequer envolvimento com a criminalidade.

Nossa reportagem foi chamada pela mãe da Juliana e avó do adolescente assassinado, a dona Maria José para fazer um apelo à população e autoridades. Segundo Maria José, ela e o genro, Fábio de Jesus, já tiveram contato com Juliana, mas não foi possível levá-la até uma unidade de saúde para se tratar, pois ela fugiu novamente.

A mãe já foi à assistência social, que orientou o acionamento do Corpo de Bombeiros quando Juliana for novamente encontrada.

Fábio disse que a esposa foi vista por vizinhos sentada em frente à rodoviária, no bairro Martins, lendo a Bíblia. No mesmo dia Juliana também foi vista empurrando um carrinho na avenida Fernando Vilela. O marido diz que ela não quer voltar para casa, pois as lembranças do filho a machucam.

Fábio e Maria José pedem que quem vir Juliana Teixeira de Jesus, que avise à família e aos bombeiros. Os números para contato são 3217-1214 ou 0800-28 28 197.

Uma resposta a Mãe desaparece após ver o filho morto por engano, em Uberlândia

  1. Capitão Nascimento disse:

    Um rapaz de 16 deveria estar trabalhando!!! Infelizmente a legislação favorece a garotada a estar na rua de bobeira. Lamentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *