Cowboy solitário viaja 1600 quilômetros a cavalo para voltar à terra natal

Á sombra de uma árvore e ao lado de seu fiel Colorado, Genilton contou sua história e seus sonhos.

Uma viagem de 1600 quilômetros no lombo de um animal. Este é o desafio de um pescador que saiu de Bebedouro em São Paulo com destino a Ilhéus na Bahia. Esta semana, ele chegou a Patos de Minas, onde passa o final de semana descansando o animal para retomar a estrada.

Genilton Conceição de Jesus é um daqueles migrantes nordestinos que deixou a terra natal para tentar a sorte em São Paulo. Foram três anos de dificuldades, longe da família e dos amigos. Este ano o pescador ficou sem emprego e decidiu que era hora de voltar para casa em Ilhéus na Bahia.

Genilton reuniu todas as economias, vendeu alguns pertences e descobriu que o dinheiro era suficiente apenas para as passagens da esposa e da filha. Apaixonado por cavalos, o pescador decidiu arrumar as malas assim mesmo, montar no lombo de seu inseparável Colorado e pegar a estrada.

A viagem começou no dia 29 de março, sexta-feira santa. Genilton não gosta de forçar o animal e contando com as dificuldades que enfrentou pelo caminho, a viagem já dura mais de 35 dias. Sem conhecer o caminho, Genilton se perdeu mais de uma vez, sofreu um acidente e o tempo estipulado para a chegada acabou com ele no meio do caminho.

Mas Genilton é paciente e não perde as esperanças. Ele não vê a hora de chegar à terra natal e reencontrar a família. “Eu sonho com esse momento”, diz o pescador com os olhos cheios de lágrimas. Até que isso aconteça, Genilton vai continuar contando com a ajuda dos moradores das cidades por onde passa.

Quem quiser conhecer as histórias vividas nessa aventura e ajudar o Cowboy Solitário basta ser ir até o Posto Patão na saída da cidade. Ele lá que ele permanece recuperando as forças para continuar a longa viagem.

Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *