Aprovados em Paris os nomes dos três representantes para HidroEX

O principal papel dos conselheiros será o de preservar a missão institucional do UNESCO-HidroEX

O principal papel dos conselheiros será o de preservar a missão institucional do UNESCO-HidroEX

Durante a 20ª Sessão do Conselho Intergovernamental do Programa Hidrológico Internacional (PHI) da UNESCO, em Paris, ocorrida nesta quarta-feira (6), foram aprovados os nomes dos três representantes dos Estados-membros da UNESCO que vão compor o Conselho Gestor do UNESCO-HidroEX.  São eles: o ex-ministro de Agricultura da República Dominicana, Francisco Rodrigues; a vice-presidente do Conselho do Instituto de Investigação em Aguas de Moçambique, Roda Luis e o diretor do Centro Internacional de Ecohidrologia Costeira, de Algarve em Portugal, Luis Chicharo.

Conforme anunciou o secretário de Estado de Ciências, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, a posse dos membros do Conselho Gestor do UNESCO-HidroEX deverá acontecer em setembro, em solenidade presidida pelo governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia.

O principal papel dos conselheiros será o de preservar a missão institucional do UNESCO-HidroEX em todas as suas deliberações, bem como aprovar os planos e programas de trabalho, as propostas orçamentárias, os relatórios mensais e anuais e a prestação de contas do Centro.

Também farão parte desse Conselho Gestor, o presidente do UNESCO-HIDROEX, um representante da Agência Nacional de Águas – ANA;  dois representantes de instituições privadas que atuem em áreas correlatas às da Fundação;  um representante do Poder Executivo Federal;  um representante do Instituto Mineiro de Gestão das Águas – IGAM e  um representante do Poder Executivo Estadual. Os nomes deverão ser divulgados em breve, após designação feita pelo governador de Minas Gerais.

Fonte: Mônica Alves/AssCom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *