Cruzeiro fica no empate com a Chapecoense: 1 a 1

O Cruzeiro ficou no empate em 1 a 1 com a Chapecoense-SC, na noite desta quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó, em Santa Catarina, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Depois de ficar em desvantagem no primeiro tempo, a Raposa conseguiu a igualdade no placar na segunda etapa, com o atacante Walter, que saiu do banco de reservas.

Com o resultado, as duas equipes vão se enfrentar novamente na semana que vem, na quarta-feira, às 21h50, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG. Um empate sem gols classificará o time estrelado. Quem avançar vai enfrentar Atlético-PR ou Criciúma-SC nas oitavas de final.

Antes, no domingo, o Cruzeiro entrará em campo pela última rodada do Campeonato Mineiro, quando vai enfrentar o Uberaba, na Arena do Calçado, em Nova Serrana-MG, pela 11ª e última rodada da fase de classificação do Estadual.

O jogo

O Cruzeiro começou no ataque e por pouco não abriu o placar no primeiro lance. Logo aos 30 segundos, Montillo cruzou da direita, rasteiro, e Anselmo Ramon desviou, de primeira, mas para fora. Os dois times se revezaram no ataque nos primeiros 15 minutos. Aos 16min, após cobrança de escanteio, o zagueiro Souza subiu e cabeceou para o gol, sem chances de defesa para o goleiro Fábio.

Aos 20min, Anselmo Ramon foi lançado na área e bateu na saída do goleiro Rodolpho, mas para fora. No lance seguinte, foi a vez de Wellington Paulista arriscar um chute, mas a bola passou perto da trave. O Cruzeiro se mantinha no ataque. Aos 24, Everton aproveitou um rebote da defesa e chutou para a área. Wellington Paulista dominou, girou sobre o zagueiro, mas bateu por cima do gol.

Três minutos depois, Paulista fez jogada individual pela direita e cruzou para a área, mas o goleiro Rodolpho se antecipou a Anselmo Ramon e segurou a bola. O Cruzeiro criou algumas oportunidades, chutou a gol, mas acabou surpreendido no primeiro tempo com um gol de escanteio da Chapecoense.

Segundo tempo

A Raposa voltou do vestiário com uma mudança, no ataque: Walter em lugar de Wallyson. E logo no primeiro minuto, depois de bola cruzada para a área, Anselmo Ramon tocou de primeira, Walter dominou de costas para o gol, girou sobre o defensor e bateu por cima. Aos seis, Montillo cobrou escanteio pela esquerda, Victorino cabeceou e Rodolpho segurou firme.

O Cruzeiro chegou outra vez com perigo aos 13min. Leandro Guerreiro arriscou um chute de fora da área e a bola passou por cima do gol.

GOL!!! Aos 16min, Diego Renan fez um cruzamento milimétrico para a pequena área, Walter subiu entre os zagueiros e desviou, de cabeça, para a rede: 1 a 1.

No minuto seguinte, Vagner Mancini promoveu outra mudança no Cruzeiro, com o meia Roger no lugar de Wellington Paulista. Aos 21, Roger cobrou falta e o goleiro Rodolpho desviou para escanteio. No minuto 24, a Chapecoense teve uma chance com Rafael Mineiro, que dominou na área e bateu cruzado, mas para fora.

Aos 31min, Athos arriscou um chute de primeira, de fora da área, mas Fábio, mesmo adiantado, fez uma grande defesa, para escanteio. Logo depois, Vágner Mancini promoveu a última mudança no Cruzeiro: o jovem meia Elber entrou no lugar do lateral Diego Renan. Aos 35, Léo cometeu falta em Athos e recebeu o cartão vermelho.

A Chapecoense levou perigo aos 39min, quando Éber aproveitou uma sobra de bola na área do Cruzeiro e chutou para o gol. Mas Fábio, atento, encaixou firme. No minuto seguinte, Anselmo Ramon arriscou um chute, mas errou o alvo. Aos 41, Walter chutou, pegou o rebote do goleiro e rolou para Roger, que bateu em cima de Rodolpho.
CHAPECOENSE-SC 1 X 1 CRUZEIRO

Motivo: jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil
Data: 11/04/2012 (quarta-feira)
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Gols: Souza, aos 16min do primeiro tempo; Walter, aos 16min do segundo tempo

CHAPECOENSE
Rodolpho; Fabiano, Leonardo e Souza (Dema); Eliomar, Wanderson, Diogo Roque, Athos, Neném e Willian (Rafael Mineiro); João Paulo (Éber)
Técnico: Itamar Schulle

CRUZEIRO
Fábio, Diego Renan (Elber), Léo, Victorino e Everton; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira e Montillo; Wallyson (Walter), Wellington Paulista (Roger) e Anselmo Ramon
Técnico: Vágner Mancini

Cartões amarelos: Willian, Neném, Athos, Wanderson (Chapecoense); Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Diego Renan (Cruzeiro)

Cartão vermelho: Léo (Cruzeiro)

Fonte: Site Oficial do Cruzeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *