Acusados de matar jovem a tiros são julgados em Uberlândia

Os acusados

A setença dada foi 28 anos e oito meses em regime fechado. (Imagem: Romens Almeida / TV Vitoriosa)

Nesta quinta-feira, 3, aconteceu o julgamento do homicídio que chocou Uberlândia em 2015. Um jovem de 18 anos foi morto a tiros no Bairro Roosevelt, zona norte da cidade.

O julgamento dos suspeitos de homicídio do Victor Hugo Santana aconteceu no Fórum Abelardo Pena e contou com a presença de familiares e amigos de ambas as partes. Após aproximadamente 14 horas de sessão, o tribunal do juro declarou Thiago Mariano de Jesus e Pablo Vilela Telto, culpados do crime.

A dupla foi julgada por júri popular e o Juiz de direito Dimas Borges, declarou a sentença de 28 anos e oito meses em regime fechado aos acusados. Ambos foram encaminhados ao Penitenciária Pimenta da Veiga.

A suspeita é de que o crime foi motivado por um desentendimento entre Victor Hugo e Thiago Marino, por causa de uma ex-namorada da vítima, que o acusado tinha interesse.

A promotora Luciana Resende, que acompanhou todo o julgamento, contou que os dois acusados já confessaram participação no homicídio e por isso ela acredita que tenha sido uma pena adequada ao tipo de crime executado.

Imagens da câmera de segurança mostram os suspeitos efetuando os disparos

Imagens da câmera de segurança mostram os suspeitos efetuando os disparos

Sobre como será cumprido a pena da dupla, Robson Divino, assistente de acusação do Ministério Público, contou que Thiago Mariano terá que completar aproximadamente 11 anos de prisão e Pablo Vilela, que já havia sido preso outras vezes, deverá cumprir em média 17 anos. O resto da pena poderá ser diminuída ou ser cumprida fora da penitenciária, dependendo do bom comportamento deles.

“Eu sei que a saudade vai continuar e nada vai trazer meu filho de volta, mas pelo menos a justiça foi feita” relatou Rodrigo Assunção, pai do jovem assassinado.

Homicídio

Victor Hugo, de 18 anos, foi morto em março de 2015, quando estava em uma lanchonete na Avenida Cleanto Vieira Gonçalves.

Os suspeitos do crime teriam chegado a pé e disparado vários tiros contra Victor Hugo e uma amiga dele que também foi atingida, mas sobreviveu. Ele foi atingido por 11 disparos, 8 no tórax e 3 nas costas e não resistiu aos ferimentos, enquanto a jovem Michelle de Oliveira Moura, 19 anos, levou 3 tiros, um na mão, um no cotovelo e um no tórax.

Informações por Léo Soares e Bruno Rocha

Uma resposta a Acusados de matar jovem a tiros são julgados em Uberlândia

  1. Hétero com Orgulho disse:

    Trouxas , tirararam a vida de uma pessoa , vai ficar mais de 10 anos presos , e tudo isso por causa de uma mulher , que deve estar com outro já .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *