Servidores públicos fazem reunião para discutir possível greve em Uberlândia

(Imagem: Romens Almeida / TV Vitoriosa)

(Imagem: Romens Almeida / TV Vitoriosa)

Nesta sexta-feira, 30, os servidores públicos de Uberlândia se reuniram na Praça Cívica, em frente à prefeitura, para reivindicar direitos trabalhistas e discutir indicativo de greve.

Os servidores se reuniram na 4ª assembleia dos servidores, para proporem ações individuais na justiça para declarar o direito de greve válido e assim reivindicarem o piso salarial, salários em dia e sem parcelamento. Segundo a advogada da categoria, Renata Alves, a reunião está sendo feita independente do sindicato, pois eles não apresentaram representação alguma para a paralisação das atividades.

Renata contou à nossa equipe de reportagem que há possibilidades de os servidores entrarem na justiça nas próximas semanas para terem o direito de greve, se assim não for decidido nas assembleias, pois a categoria precisa de uma resposta para poderem fazer o rodízio de servidores. Tudo isso porque deve haver 30% dos efetivos trabalhando para que a população não seja prejudicada.

A primeira paralisação teve aproximadamente 3700 pessoas, cerca de 700 a 800 pessoas por assembleia, de acordo com a advogada.

 

Informações por Léo Soares

Uma resposta a Servidores públicos fazem reunião para discutir possível greve em Uberlândia

  1. Tem que parar mesmo, pois não salario digno ops, quero dizer nem salario eles tem.
    Acho que deveriam fazer era uma greve em todo o país pois nem professor e nem a saúde e nem a policia militar, civil, recebem o que deveriam ganha, em quanto isso quem nem trabalha está ganhando um salario de 16.000.00 mais auxilio terno auxilio combustível auxilio moradia e ainda está reclamando pelo auxilio moradia que nem da para pagar o condomínio de luxo que mora.
    Deixo aqui minha indignação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *