Servidores de UAIs paralisam 70% das atividades por atraso de salários

Paralisação UAI Roosevelt

Paralisação UAI Roosevelt

Servidores de Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) de Uberlândia paralisaram as atividades em 70% nesta segunda-feira, 19, pela manhã. A informação foi confirmada por pacientes e funcionários, e até mesmo a Prefeitura Municipal, que não deu detalhes devido a reuniões a portas fechadas sobre o caso.

Os servidores protestam contra o atraso nos salários, falta de insumos para trabalhar e o não cumprimento do acordo feito com o sindicato da categoria da saúde.

O Portal UIPI tentou entrar em contato com as UAIs para confirmar a paralisação dos servidores, mas algumas Unidades não atenderam as ligações. Confirmaram a paralisação as UAIs Roosevelt e Morumbi. A do Luizote informou que seguiu com atendimento normal. As demais não atenderam as ligações.

Pacientes aguardando atendimento que está parcial na UAI Morumbi

Pacientes aguardando atendimento que está parcial na UAI Morumbi

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura confirmou paralisações, porém uma reunião a portas fechadas estaria sendo feita para entrar em acordo com toda classe da saúde.

Em nota a Prefeitura de Uberlândia informou que:

uai Morumbi lotada

UAI Morumbi

Em decorrência do cenário de dificuldade econômica nacional, o município de Uberlândia, assim como a maioria das cidades e estados do país, vem enfrentando queda na receita e aumento nas despesas nos últimos três anos, em função da queda de arrecadação nominal em mais de R$ 50 milhões de janeiro a junho deste ano nas três principais receitas do município (ICMS, IPVA e FPM).

Ainda em nota, a Prefeitura diz que elaborou um cronograma de pagamento dos vencimentos dos servidores municipais e o pagamento dos trabalhadores da saúde está programado para o 15º dia útil do mês.

Sobre a falta de insumos, as UAIs têm atendido uma demanda superior à média dos últimos anos, o que leva a um consumo maior dos materiais. Esse número é formado não apenas pelas pessoas que passam diariamente pela rede e recebem alta, mas também pelos pacientes que aguardam internados nas unidades para serem transferidos para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia e hospitais da rede privada de saúde.

Inserção Ao Vivo com o repórter Vinicius Lemos:

2 respostas a Servidores de UAIs paralisam 70% das atividades por atraso de salários

  1. Bruno disse:

    E Sr. Gilmar Machado você ainda pensa em concorrer a prefeito da cidade? Acorda desse sono da morte.

  2. JOAO MOVERLANE disse:

    SE TODA SAÚDE PARASSE ESSE ADMINISTRADORES TOMAVAM VERGONHA NA CARA,O BRAVO É QUE ELES COLOCAM SEUS COMOCIONADOS INDICADOS NAS COORDENAÇÕES DOS POSTOS E UAIS QUE OPRIMEM OS TRABALHADORES,CASO SE MANIFESTEM!!..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *