Polícia Civil investiga morte misteriosa de universitária levada para UAI

Yanka KetlyA Polícia Civil de Uberlândia, por meio da Delegacia de Homicídios, já instaurou inquérito para apurar a morte da jovem Yanka Ketly Magalhães Lopes, de 18 anos. Ela foi levada para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Bairro Tibery na noite de 31 de agosto, por volta de 22h. O laudo médico aponta que ela já deu entrada na unidade sem vida, com parada cardíaca.

A Polícia Militar (PM) foi acionada por familiares. Para eles a morte é um mistério, pois Yanka Ketly não tinha qualquer vício, nem com bebidas, cigarro ou drogas.

No boletim policial consta que a jovem saiu de casa por volta de 19h dizendo que ia na casa de uma amiga que havia tido um bebê. No entanto essa amiga diz não ter visto Yanka naquela noite.

Quem levou a jovem para a UAI foi um jovem de 24 anos e a irmã dele. O rapaz, Willian, foi quem ligou para a família de Yanka. Ainda segundo o BO, ele teria se identificado como sendo namorado da garota.

Yanka Ketly 2Ao contrário do que a médica plantonista alegou, a irmã de Willian, Shirley, alegou que Yanka deu entrada com vida e tossiu ao ser colocada na cadeira de rodas da UAI. Yanka estava na casa de William e Shirley. Eles disseram que ela estava bem, não comeu nem bebeu nada na casa deles, e de repente começou a ter convulsões.

O caso já está sendo investigado pela PC. Já foi colhido material do corpo da jovem para ser analisado e assim descobrir a causa da morte.

Yanka Ketly havia acabado de começar o curso superior de Direito.

 

 

2 respostas a Polícia Civil investiga morte misteriosa de universitária levada para UAI

  1. Carlos disse:

    Pessoal, nenhuma informação adicional sobre esse caso????

    não está muito estranho isso não?????

  2. Carlos disse:

    Gente que absurdo de caso mal explicado!

    A Polícia não teve nenhuma resposta para esse caso.
    Pelo amor de Deus, é uma vida de uma pessoa, que tudo indica que foi tirada a força.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *