Vereadores de Nova Ponte são investigados por possível lavagem de dinheiro

(Imagem: Max Germano / TV Vitoriosa)

(Imagem: Max Germano / TV Vitoriosa)

A Polícia Civil (PC) iniciou investigações contra todos os vereadores de Nova Ponte-MG por gastos irregulares e superiores ao declarado. Cinco deles já tiveram mandados de prisão expedidos.

O processo, que já ultrapassa as mil e oitocentas páginas, é comandado pelo delegado Eduardo Garcia. As investigações começaram há cerca de oito a nove meses por conta uma denúncia que acusava cinco vereadores por crime peculato, que é quando o funcionário usa dinheiro público ou particular, de que tem a posse por causa do cargo, de maneira indevida.

Documentação de investigação dos suspeitos. (Imagem: Max Germano / TV Vitoriosa)

Documentação de investigação dos suspeitos. (Imagem: Max Germano / TV Vitoriosa)

A denúncia citava nove vereadores, entre os quais cinco já têm mandados de prisão, mas após investigações a PC decidiu que será necessário investigar todos os parlamentares da cidade. O delegado que está cuidando do inquérito contou que outros suspeitos podem ter mandados de prisão expedidos a qualquer hora.

Segundo Dr. Eduardo, alguns vereadores estão sendo acusados também de falsidade ideológica, associação criminosa e até possível lavagem de dinheiro. O inquérito policial já está averiguando a legitimidade dessas informações por meio de testemunhas e documentação.

O delegado contou que as investigações vão continuar e que vão ouvir mais testemunhas sobre o caso.

Informações por André Potim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *