Juiz da Vara de Execuções Penais de Uberlândia fala sobre áudio vazado para detentos

(Imagem: Carlos Vilela / TV Vitoriosa)

Juiz Lourenço Migliorini. (Imagem: Carlos Vilela / TV Vitoriosa)

O Juiz da Vara de Execuções Penais de Uberlândia, Lourenço Migliorini, falou com a nossa reportagem sobre o áudio vazado que ele supostamente teria enviado para celulares de detentos da cidade.

O áudio, que trata de uma mensagem do juiz para os detentos de alguns presídios, está circulando desde a semana passada em alguns meios de comunicação. Levantou-se a suspeita de que Lourenço teria enviado diretamente para aparelhos celulares de presos.

Segundo Lourenço, a mensagem foi encaminhada para o diretor adjunto de um dos presídios para que fosse mostrado para os detentos em uma reunião reservada e disse ainda que se concordasse com o acesso de celulares aos presos, ele não teria endurecido o procedimento e as punições para quem é encontrado com aparelhos dentro da unidade.

“Esse áudio foi encaminhado por ele [diretor adjunto], sob minha autorização, para outras pessoas e nesse percurso esse áudio acabou tomando um rumo indevido”, contou Migliorini.

A mensagem foi feita com intuito de acalmar os detentos dos presídios Jacy de Assis e Pimenta da Veiga, que pretendiam fazer uma rebelião para reivindicar alguns direitos.

Informações por Cássia Bomfim

9 respostas a Juiz da Vara de Execuções Penais de Uberlândia fala sobre áudio vazado para detentos

  1. antonio disse:

    Um absurdo , como um Diretor de Presídio se põe a esse papel , intermediando uma negociação ? Se sabiam por que não resolveu de outra forma ? Não dá para continuar assim , cade o trabalho para esses detentos ? Se está havendo negociatas desse nível , quantas outras tiveram ?

  2. Maria da Penha Miranda Queiroz disse:

    Te admiro muito Dr.lourenço! Conheço seu trabalho.Tive a oportunidade de conhecer você como Juiz e como ser humano.Atuou como Juiz na comarca de Santa Vitória em 2007. Eu fazia parte da diretoria da APAC.Atendia toda a população que queria falar com você.Ouvia as reenvidicações dos reeducandos.Nunca mais tivemos Juiz e promotor como você é o Dr.Willian.Tenho certeza de sua honestidade! Tenho saudades daquele tempo.Que Deus te abençoe hoje e sempre…

  3. Fernando Sousa Vilefort disse:

    Agiu corretamente como de costume o Dr. Lourenço, juiz proativo, trabalhador e probo. Merece nosso reconhecimento e apoio.

  4. JUSTICEIRO disse:

    Reeducandos ? A senhora deveria levar esses ” reeducandos ” para sua casa , mas a senhora está certa de defender essas escórias da sociedades , porque eles que garantem ess e seu emprego que pra mim é a maior ilusão do mundo essa tal de Apac , nunca deu certo e nem vai dar .

  5. Jamaica disse:

    Olha a situação que chegamos, negóciar com bandidos.direito de bandido,é bala na cara.

  6. Jose pesro disse:

    Esse país está vendido ao crime organizado, leis não mais conseguem enfrentar esses marginais. Só existe uma saída…intervenção militar…olho por olho, dente por dente!!! Infelizmente temos que concordar com essa realidade.

  7. Rogério Valadares disse:

    Direito de preso e cumprir a pena. Acredito que esse juiz não teria a mesma postura com um cidadão de bem.

  8. Juliano disse:

    Minha opinião é que preso é preso não tem acordo com essa gente vc dá a mão hj amanhã querem o pé tem sim é que usar a força do estado contra eles seja em leis mais duras ou em intervenções com uso de força e pau nessa cambada!!

  9. Cláudio disse:

    O último apaga a luz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *