Suspeito de manipular agrotóxicos para render mais é preso em Araguari

Previous Image
Next Image

info heading

info content


 

A Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMA) de Araguari prendeu um homem nesta quarta-feira, 20 de julho, suspeito de crime ambiental. A denúncia da população indicava que o suspeito armazenava e manipulava de defensivos agrícolas em um galpão, em desacordo com as normas ambientais.

O galpão fica na chácara Churreda, localizada às margens do reservatório da Usina Hidrelétrica de Itumbiara-GO, no município de Araguari-MG. O local estava fechado e mesmo assim os militares perceberam o forte odor característico dos produtos utilizados em lavouras.

Numa casa ao lado do depósito, um homem afirmou ser filho do proprietário e que seu pai estava em viagem. O homem permitiu a entrada dos militares. Lá dentro havia diversas embalagens vazias e outras cheias, nos diversos tamanhos e espécies, além de equipamentos para manuseio ou mistura dos agrotóxicos.

O homem informou que o proprietário do local não tinha nenhuma documentação ambiental que acobertasse tal situação. Ele autuado administrativamente com multas que acumularam R$ 20.871,58, sendo dada voz de prisão em flagrante delito à pessoa presente,  conforme a lei de crimes ambientais.

Segundo a ocorrência policial, o suspeito estaria manipulando o material agrotóxico para aumentar o volume do produto para render mais e usando rótulos de marcas conceituadas no mercado.

Os materiais encontrados no imóvel rural foram apreendidos e o autor ficou como depositário, conforme orientação do delegado de plantão. O perito da Polícia Civil compareceu ao local e realizou seus trabalhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *