Quadrilha suspeita de pelo menos 4 homicídios no Lagoinha é presa

Apresentação de quadrilha pela PCForam apresentados nesta quinta-feira, 3, pela Polícia Civil, por meio da delegacia de homicídios de Uberlândia, três homens suspeitos de tentarem matar uma mulher em 9 de agosto de 2015. A Polícia não revelou o nome da vítima por motivos de segurança.

A mulher sobreviveu ao atentado após ser abandonada num matagal entre os bairros Lagoinha e Vigilato Pereira, na zona sul de Uberlândia, porque os criminosos acharam que ela estaria morta após o espancamento. A mulher ficou 40 dias internada em uma UTI e resistiu.

Os suspeitos são Silas Andrade da Silva, Márcio Ferreira de Freitas e Yago Muniz dos Santos. O crime teria acontecido porque a jovem falou sobre um outro homicídio que a quadrilha teria cometido. Eles ainda são investigados pelo assassinato de outras quatro pessoas.

De acordo com o delegado de homicídios Raphael Herrera, as prisões ocorreram por força de mandados contra homicidas do Bairro Lagoinha. Silas foi preso primeiro no bairro. Yago estava em semiaberto, mas a PC pediu impedimento da saída dele do presídio. E o Márcio, chefe do tráfico no Lagoinha, foi preso segunda-feira pela Polícia Militar com uma pistola 9 mm dentro de seu veículo.

Segundo a polícia, a quadrilha pretendia, inclusive, tentar matar um agente penitenciário de Uberlândia.

O delegado Matheus Ponsancini revela que os outros homicídios estão sendo investigados. Três vítimas já foram identificadas: Wellington, Marcelo e Guilherme, e uma quarta ainda não.

Qualquer informação que ajude a PC a elucidar esses crimes e identificar a quarta vítima pode ser repassada pelos telefones da delegacia de homicídios: 3228-4328, 3228-4329 ou 3228-4331.

Com informações de Vinícius Lemos

Uma resposta a Quadrilha suspeita de pelo menos 4 homicídios no Lagoinha é presa

  1. Frank Castle disse:

    Fico pensando é porque a policia não mata essas desgraça na hora da prisão…..É tão simples

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *