Seminário debate formas de combate ao Aedes Aegypti

combate dengueDe um jeito divertido alunos da Escola Municipal Professor Eurico Silva trataram a temática dengue. E ilustraram parte da realidade sobre a proliferação do mosquito transmissor da doença. A apresentação abriu o seminário “Redes Territoriais locais e Promoção da Saúde para o Controle da Dengue”. O evento promovido pela Secretaria de Saúde, reuniu autoridades e diferentes agentes ligados à área, e discutiu formas eficientes de combater o mosquito, já às vésperas de um período que regista índices mais altos de infestação. O segundo LIRAa deste ano, divulgado em março, apontou número de 6,2 e colocou a cidade em risco de surto de dengue. Na ocasião, ações emergenciais foram realizadas. Nos bairros, em escolas, junto às crianças. E nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF). Uma forma eficiente de conscientização segundo Márcia Faria. A professora e especialista da Faculdade de Saúde Pública da USP, afirma que o trabalho em parceria com a comunidade é o ideal. O aedes aegypti, é responsável pela transmissão da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus. O debate sobre as ações de luta contra o mosquito, ganha força num momento em que alguns estados do Brasil estão em força tarefa. A expectativa é que os agentes consigam fazer visitas mais eficientes, e assim reduzir os índices de proliferação do mosquito. Por Amanda Barbosa https://youtu.be/d-jVD7vHM_o

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *