Médica que atendeu paciente no chão de UAI é demitida

Paciente Luiz Carlos atendido no chão da UAI

Paciente Luiz Carlos atendido no chão da UAI (Imagem: Divulgação)

A médica que fez um atendimento improvisado sobre almofadas no chão da Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Bairro Planalto, em Uberlândia, no mês de setembro, foi demitida no final de outubro. A informação foi confirmada nesta terça-feira, 3, pelo diretor executivo da Fundação Saúde de Uberlândia (Fundasus) Rogério Zeidan.

O paciente, Luiz Carlos Nascimento, de 51 anos, chegou na unidade desacordado na sexta-feira, 18 de setembro, com quadro de hemorragia grave, devido a uma cirrose. Ele morreu no dia seguinte.

A médica relatou ter sido vítima de perseguição política. Durante a coletiva, Zeidan ressaltou que a demissão por justa causa ocorreu também em função de condutas inadequadas da funcionária quando ela era coordenadora da unidade.

Com base em relatórios entregues por maqueiros e pela enfermagem da UAI, havia maca para aquele atendimento e a ação da médica não tem justificativa.

Em contrapartida, na época, a médica e familiares de Luiz Carlos afirmaram que não havia maca e a família teria permitido o atendimento daquela forma. O paciente perdia muito sangue pelas fezes e vômito. Ele precisava receber cinco bolsas para transfusão, mas, após a segunda, teve duas paradas cardíacas e não morreu.

Zeidan ainda afirmou que a médica foi convidada a falar sobre o caso, mas se recusou a prestar esclarecimentos.

4 respostas a Médica que atendeu paciente no chão de UAI é demitida

  1. Alexandre Soares da Silva disse:

    A saúde do município chegou ao fundo do poço. Falta tudo, material, remédios, comprometimento e responsabilidade de quem administra. A atual administração municipal e a fundação é responsável por tudo isso quem vem ocorrendo da saúde da cidade. Basta avaliar o que era 3,4 anos atrás e hoje.

  2. Leda Arantes disse:

    Acho um absurdo demitir uma medica que teve boa vontade e um esforço enorme pra atender um paciente nas condições que estão as UAIS , a saude , que culpa ela tem da falta de estrutura ?

  3. Teve boa vontade? Não teve postura e aproveitou a desgraça do próximo para politicagem, tinham macas a disposição mas não por se tratar de servidora da Fundação Maçônica preferiu deixar a ética de lado, estou cansado de ver essa briga política e nós da sociedade pagando o pato, uma vergonha.

  4. Andréa disse:

    Fico numa indignação sem tamanho, aonde vamos parar nesse Brasil com esse povo no poder ? A medica fez de tudo pra salvar uma vida, pediu autorização da familia segunda informado e ainda é demitida por justa causa ? puta que pariu isso da raiva, se esses Fds de autoridade tivesse humanidade a saude não taria assim e com certeza teria maca pros pacientes ser atendido, mas isso só acontece no Brasil porque o brasileiro (nós) conformamos com tudo, reclama daqui reclama dali mais ninguem sequer faz algo pra mudar essa bosta de lei esses fds de autoridade vai acabar com Brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *