Sem-Terra fecham avenidas e prometem acampar por 40 dias na PMU

Manifestantes MST Foto Nilson Braz

Foto: Nilson Braz/TV Vitoriosa

Integrantes do Movimento dos Sem-Terra prometem acampar por 40 dias em frente à Prefeitura de Uberlândia. Eles fizeram uma manifestação nesta terça-feira, 7 de abril, que fechou as avenidas João Naves de Ávila e Afonso Pena. De acordo com o grupo, estavam reunidos pelo menos 100 integrantes do Movimento dos Sem Terra.

O protesto visa o cumprimento da reforma agrária começou por volta das 10h na Praça Tubal Vilela. Os manifestantes seguiram até a Praça Cívica do Centro Administrativo Virgílio Galassi, em frente à Prefeitura.

Foto: Nilson Braz/TV Vitoriosa

Foto: Nilson Braz/TV Vitoriosa

Conforme informaram os integrantes do movimento, o Ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, prometeu durante visita na cidade, na abertura da 4ª Feira do Agronegócio de Minas Gerais (Femec) no final de março que tentaria ajudar na questão da reforma agrária no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

 

Uma resposta a Sem-Terra fecham avenidas e prometem acampar por 40 dias na PMU

  1. sasa disse:

    Trabalhar todos os dias, acordar as 6 horas da manhã e chegar 20hs em casa, ninguém quer né? Agora roubar terras alheia ou da prefeitura e mas fácil, infelizmente o Brasil e assim, pessoas preguiçosas, não gostam de trabalhar e estudar, gostam e de bolsa família, bolsa gás, bolsa doença, ser sem terra,sem generalizar. Estou juntando dinheiro tem 1 ano para comprar minha casa, não e fácil, trabalho todos os dias das 8 as18hs, ainda ficam atrapalhando o transito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *